Exposições comemoram os 50 anos do MAC USP

06/04/2013 11:00

O Museu de Arte Contemporânea da USP completa 50 anos em abril e, como parte das comemorações de seu cinquentenário, abre ao público o sétimo andar na nova sede (antigo prédio do Detran) com duas exposições do acervo no dia 6 de abril, das 11 às 14 horas. As exposições que marcam o evento podem ser conferidas até o dia 27 de outubro, de terça a domingo das 10 às 18 horas.

A exposição “o Agora, o Antes: uma síntese do acervo do MAC USP”, sob curadoria do professor Tadeu Chiarelli do Departamento de Artes Plásticas (CAP) e diretor do Museu, apresenta uma revisão crítica dos gêneros tradicionais da arte (alegoria, retrato, paisagem e natureza-morta) e toma como partido a convivência em um mesmo espaço de objetos ou registros de ações originados em tempos e lugares distintos. Segundo Chiarelli, “tal opção confere novos significados para as obras do acervo, na medida em que toda obra de arte ganha novas possibilidades de interpretação a partir do espaço que compartilha com outra”.

A mostra traz, dentre as 85 obras, grandes nomes do acervo como Amedeo Modigliani, Tarsila do Amaral, Henri Matisse, Giorgio De Chirico e Anita Malfatti, ao lado de obras de jovens artistas, como Thiago Honório, Fernando Piola, Marina Saleme, Rommulo Vieira Conceição e Júnior Suci, entre outros. Tal convivência provoca diálogos inusitados que levam a um questionamento das certezas instituídas no mundo da arte. “Perturbar e ressignificar verdades consagradas são as funções de uma universidade preocupada com o devir do conhecimento; são as funções de um museu de arte contemporânea”, completa Chiarelli.

Na exposição “Di Humanista” o público poderá entrar em contato com as várias facetas que caracterizavam a forma como Emiliano Di Cavalcanti percebia e interpretava a paisagem social do país, dirigindo seu olhar para o universo das pessoas mais humildes como pescadores, trabalhadores, homens e mulheres comuns, através das 67 obras da mostra. “Essa atitude contribui para inaugurar a gênese do Brasil Moderno, mobilizando artistas, intelectuais e certa elite abastada a pensar e definir nossa identidade social”, afirma Katia Canton, docente do MAC USP e curadora da exposição.

A entrada para as exposições é gratuita. Para mais informações acesse o site ou entre em contato pelo telefone (11) 3091-3039.            

Data:  6 de abril  (abertura)
Horário: 11h às 14h
Local: MAC USP Nova Sede – Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301 – Moema – SP