Rosane da Silva Borges fala sobre o papel histórico da mulher negra

09/04/2016 14:00

No  programa Diversidade em Ciência, desta semana o professor Ricardo Alexino Ferreira, do Departamento de Comunicações e Artes (CCA),  entrevista Rosane da Silva Borges, pós-doutoranda da ECA/USP  e professora de Comunicação da Universidade Estadual de Londrina.

No programa, Rosane Borges  fala  do papel histórico da mulher negra e a construção da sua identidade na contemporaneidade e como o racismo estrutural atinge duplamente a mulher negra, em gênero e etnia.  Esse tipo de racismo violenta a mulher negra até mesmo nos serviços públicos de Saúde. Segundo Rosane, os médicos têm no imaginário que ela é mais resistente à dor do parto e, muitas vezes, não aplicam anestesia na mulher negra por acreditarem que não precisa.

Discriminada nas questões afetivas; no mercado de trabalho e em outros espaços, a mulher negra ainda é vítima cotidianamente do machismo, apesar de ser muitas vezes arrimo de família e criar os filhos sozinha.

Rosane Borges é autora-organizadora dos livros Espelho infiel: o negro no jornalismo brasileiro (Editora Imprensa Oficial); Mídia e racismo (Editora DP), dentre outros.

É também articulista dos sites Observatório da Imprensa; Geledés e Áfricas e é doutora em Ciências da Comunicação pela ECA-USP.

O Diversidade em Ciência é um programa de divulgação científica, voltado para as Ciências da Diversidade e os Direitos Humanos e vai ao ar toda segunda-feira, às 13 horas, com reapresentação aos sábados, às 14 horas, com direção e apresentação de Ricardo Alexino Ferreira e operação de áudio de João Carlos Megale.

A Rádio USP-FM pode ser sintonizada em 93,7 MHz/SP .

 


Foto: João Carlos Megale

Serviço
Diversidade em Ciência  - Rosane da Silva Borges,​

Data:  9 de abril
Horário: 14h
Local:  Rádio USP - 93,7 MHz/SP