Curso de Formação de Ator/Intérprete

Curso de formação do Ator/Intérprete

Escola de Arte Dramática - EAD

http://www3.eca.usp.br/ead

 

 

Nos dias de hoje é preciso que olhemos para o trabalho do ator de forma abrangente e ampla: aquele que atua, canta, dança, performa, reflete, está num campo de atuação estendido.

As artes cênicas nos últimos anos lidam com as interações de linguagem de teatro, dança, circo, performance, música. Essa dinâmica nos leva a conduzir a formação desse ator por meio da estruturação de técnicas de corpo, voz, pensamento e interpretação como um conjunto de assimilações de conteúdos e experiências: experiências que sejam alavancas para o autoconhecimento, desenvolvimento e percepção da alteridade, com o consequente desabrochar do artista.

Chamaremos processo à metodologia da formação do intérprete como sistema de ações (aulas/ laboratórios/montagens/leituras etc.), que provocam mudanças contínuas em direção ao seu amadurecimento, por meio da progressão gradativa das vivências/experiências/práticas expressivas, de suas reflexões e aplicações.

A formação do ator é, historicamente, a principal vocação da EAD que, desde sua criação em 1948, representa um dos pilares construtores das artes cênicas, cinematográficas e, posteriormente, televisivas do Brasil. Essa vocação bem sucedida se revela:

  • pelo grande número de profissionais em atividade nas diferentes áreas, reconhecidos pela excelência de sua formação;
  • por ter sido paradigma de escolas como o Departamento de Artes Cênicas da Escola de Comunicações e Artes da USP em sua origem, do Departamento das Artes Cênicas das Federais de Belo Horizonte e Porto Alegre, do curso de Artes Cênicas da UNICAMP, e manter-se como fonte de referência para novos cursos de formação de atores;
  • por contribuir para outros segmentos da criação teatral, por intermédio da atuação de ex-alunos, tais como na direção de espetáculos;
  • por manter, em sua organização, a flexibilidade exigida por seu campo de atuação, lançando autores inéditos no Brasil (Brecht, Jarry, Sam Sheppard, Valle-Inclán),
  • experimentando e produzindo novas linguagens cênicas, e servindo de impulso e material para a criação de obras de reflexão, como a produção de livros e teses acadêmicas;
  • pelo espírito investigativo que permeia suas atividades didáticas e artísticas, favorecendo o fluxo de ideias e o diálogo constante com a contemporaneidade no que
  • concerne às metodologias de atuação, às linguagens do teatro, bem como aos grandes temas em debate no país e no mundo.

 

 Perfil profissional de conclusão:

 

A Escola de Arte Dramática busca um perfil de excelência por meio da atuação de um corpo docente preparado e diversificado, e de disciplinas que abrangem todos os aspectos de uma formação artística e técnica. Atende turmas pequenas, para dar um atendimento individualizado, discutindo as tendências atuais da profissão e instrumentalizando os alunos para que eles não apenas atendam ao campo profissional, mas sejam agentes modificadores deste mesmo campo.

 

A EAD tem por missão formar atores que:

 

  • estejam preparados para a arte teatral, sendo capazes de criar e se renovar constantemente no ofício;
  • se destaquem pelo espírito investigativo relativo às metodologias de atuação, às linguagens do teatro, bem como aos assuntos da atualidade cultural, social e política;
  • desenvolvam uma postura crítica e produtiva frente ao teatro e à sociedade e que, como cidadãos-artistas, compreendam e assumam a responsabilidade social de sua profissão;
  • se interessem pelas várias facetas de sua arte, e que, tanto no palco como nos bastidores, sejam capazes de agir em todos os aspectos de uma produção teatral;
  • sejam criadores, podendo participar ativamente de todas as etapas do processo de montagem de um espetáculo.