ECA renova convênios com universidades da França, Suíça e Itália

A ECA renovou o convênio junto a École Supérieure des Beaux Arts de Bordeaux (Escola de Belas Artes de Bordeaux ou EBABX, do francês) com vigência até novembro de 2023. O coordenador é o professor do Departamento de Artes Plásticas (CAP), Marco Garaude Giannotti. O relacionamento entre a EBABX e a ECA tem gerado mobilidade para alunos de graduação e pós-graduação da área de artes, e a previsão é que a renovação do convênio possibilite nova troca de vagas para alunos brasileiros e franceses.

Com um forte nome no ensino superior das artes e do design, a EBABX conta ainda com parcerias com museus da França e do exterior, e acrescenta ao ambiente acadêmico ensinamentos próprios da área do empreendedorismo.


Fachada da EBABX

Escola de Música de Genebra

Outro convênio renovado foi com a Haute École de Musique de Genève (Escola de Música de Genebra), na Suíça, que estará vigente até fevereiro de 2024. O professor do Departamento de Música (CMU) Ricardo de Figueiredo Bologna é o coordenador.

A escola abrange um campo histórico e estilístico que vai da música medieval à criação contemporânea, bem como à música não europeia. O HEM de Genebra originou-se das fusões de duas instituições mais antigas: o Conservatório de Música de Genebra, o mais antigo da Suíça, fundado em 1835, e o Instituto Jaques-Dalcroze, fundado em 1915. É considerada uma instituição cultural proeminente na região, contando com uma comunidade artística e de ensino de renome internacional.


Orquestra da Escola de Música de Genebra

A escola suíça é frequentada por mais de 600 alunos dos cinco continentes e uma boa parte deles também estuda em sua filial em Neuchâtel. O corpo docente é formado por cerca de cem professores, todos com uma carreira artística ou acadêmica ativa. Os cursos de nível universitário da escola são oficialmente reconhecidos pelo governo suíço e oferecem oportunidades profissionais para seus graduados.

Universidade Livre de Língua e Comunicação

A Libera Università di Lingue e Comunicazione (Universidade Livre de Língua e Comunicação), em Milão, também renovou o convênio com a ECA até janeiro de 2024. O coordenador é o professor do Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo (CRP), Massimo di Felice.

A universidade está dividida em três áreas: Faculdade de Interpretação, Tradução, Linguística e Estudos da Cultura, Faculdade de Comunicação, Relações Públicas e Publicidade e Faculdade de Arte, Turismo e Marketing com a premissa "de ser o ponto de encontro entre o mundo acadêmico e o mercado de trabalho". Além disso, estimula uma mistura de teoria e prática, que, segundo a universidade, provou ser extremamente útil não só para ajudar os alunos a entrar com sucesso no mundo do trabalho, mas também para ajudá-los encontrar satisfação pessoal em suas vidas.

Fundada em 1968, a IULM conta conta com cursos em nível de graduação em Interpretação e comunicação, Comunicação, mídia e propaganda, Comunicação corporativa e relações públicas, Turismo, gestão e território e Artes, mídia e eventos culturais. Na pós-graduação, há cursos de Tradução especializada e interpretação, Marketing e comunicações, Televisão, cinema e novas mídias, Comunicação estratégica, Arte, estratégias de valorização e mercado, Hospitalidade e gestão do turismo


Vista da IULM

Para saber mais sobre esses e outros convênios, acesse o site da CRInt-ECA.

Fotos: Reprodução/Facebook