Note: Event Views detected that you were very likely running the old version of event_views and has updated your DB tables with new fields required to use the new event_views module.

Curta-metragem de aluna da pós é selecionado para festival na Suíça

A aluna de pós-graduação do PPGMPA, em sua tese, dispõe-se a relacionar as cidades de São Paulo e Santiago, no Chile, através de seus rios

 

Vivian Castro, doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Meios e Processos Audiovisuais (PPGMPA) realizou o curta-metragem Rio desborde como parte de sua tese. Orientada pelo professor Atílio Avancini, do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE), a estudante buscou explorar em seu trabalho as conexões entre arte e documentário.

O filme estabelece relações entre duas grandes cidades latino-americanas – São Paulo e Santiago, no Chile – através de importantes rios que as perpassam: o Rio Tietê e o Rio Mapocho. Para criar uma ponte entre duas cidades tão distintas, Vivian conta que percebeu que os problemas ambientais que ambos os rios carregam, como as inundações, são fruto de uma ilusão criada pelo homem de que é possível ter total controle sobre a natureza. A estudante observa também que “o discurso oficial da modernização, presente nas duas cidades, contrasta com cenários brutalmente alterados, poluídos e interferidos por pistas expressas de automóveis.” 

Além de destacar a imagem de cada um dos rios, o documentário aborda as populações que vivem no entorno deles. Vivian recapitula as memórias das populações sobre os rios e constata a existência de um esquecimento. Esse sentimento aparece na negligência estatal em relação a estas pessoas, e também em relação às vítimas de desastres não-naturais vinculados aos rios.

Rio Desborde estreou no festival de cinema suíço Visions du Réel, que aconteceu de 17 de abril a 2 de maio, numa edição online devido à pandemia de covid-19. Ao saber da seleção do documentário, Vivian afirma que ficou muito surpresa e feliz por ver seu primeiro curta atingir tal alcance. Agora, ela espera que o filme possa ser visto em breve no Brasil e no Chile. 

Fotografia retirada do curta-metragem Rio desborde, de Vivian Castro.