Emoção marca entrega de títulos de professor emérito na ECA

Uma cerimônia simples e muito emocionada marcou a entrega dos títulos de  Professor Emérito aos docentes  Nelly de Camargo, do Departamento de Comunicações e Artes (CCA), Renata Pallottini  e  José Eduardo Vendramini, do  Departamento de Artes Cênicas (CAC);   Jean-Claude Georges Rene Bernardet e Fredric Michael Litto, do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão (CTR). Os professores  fazem  parte da construção da história e do préstigio que a ECA ocupa hoje nos principais rankings.

Nelly de Camargo, foi  saudada pela professora Lucilene Cury, do Departamento de Comunicações e Artes,  que ressaltou a importância da professora   na formação do Departamento de Comunicações e Artes e  deu grande vigor a implantação da  disciplina de Teoria da Comunicação, linha mestre que orienta os cursos de comunicação na Escola.  

A professora Maria Cristina Castilho Costa, do Departamento de Comuniações e Artes (CCA),  fez a saudação à  Renata Pallotini, destacando sua múltiplas atividades como roteirista, dramaturga, tradutora, ensaísta e professora. "Uma mulher ousada, uma poetisa rebelde, uma professora incomum, uma cidadã livre de preconceitos e falsas vaidades e vãos formalismos".

Para saudar Jean-Claude Georges Rene Bernardet, o professor Carlos Augusto Calil, do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão (CTR), relembrou as dificuldades que Jean-Claude sofreu na época da repressão política,  "um intelectual desconcertante de múltiplos perfis", crítico de cinema notável, autor de diversos livros  que marcaram uma geração e, roterista igualmente, premiado com filmes como  O caso dos irmãos Naves, além de ator e criador de jogos para crianças.

 

 

Maria Lúcia Pupo, professora do Departamento de Artes Cênicas (CAC), fez a saudação a José Eduardo Vendramini,  que definiu como "um diplomata nato, incansável e cuidadoso, em suas muitas atividades no Departamento de Artes Cênicas". Destacou seu empenho em prol da construção do Teatro Laboratório da ECA e sua participação para a consolidação da "vertente cênica" do curso de pós-graduação em Artes, reconhecido gradativamente como referência em estudos cênicos, na América Latina.

 

Finalizando as saudações, a professora Brasilina Passarelli, do Departamento de Biblioteconomia e Documentação (CBD),  falou sobre  Fredric Michael Litto "um vanguardista juramentado",  que  em 1989 começou uma investigação inovadora sobre quais os impactos que as novas tecnologias de comunicação teriam nos meios de ensino e aprendizagem. A professora Brasilina  também ressaltou que o Litto é um dos grandes incentivadores da educação à distância no país. Um lutador persistente duas vezes vencedor  do Prêmio Jabuti.

Eduardo Monteiro, pianista e professor do Departamento de Música, homenageou a todos presentes  com a apresentação das peças Impressões Seresteiras, de Villa-Lobos,  Ce qu’ a vu le vent d’ouest ,  de Debussy e  Morte de Isolda, de Wagner -Liszt.

 

 

Encerrando a cerimônia, o diretor da ECA, professor Mauro Wilton de Sousa,  agradece a presença de todos e reconhece que para sempre esses  "jovens docentes recém-empossados como professores eméritos serão  construtores  dessa Escola na sua maturidade".

 

por Maria Eugênia Gouveia
fotos: Renata B. Wrobleski
arte: Sérgio Nóbrega