Trabalhos da ECA são premiados no Encontro Nacional de Professores de Jornalismo

Docentes e pesquisadores premiados são do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE); Doutoranda do PROLAM também foi premiada

 

O Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE) foi contemplado com três prêmios no 19º Encontro Nacional de Professores de Jornalismo (ENPJ), realizado virtualmente entre os dias 25 e 28 de novembro de 2020.

Os professores Dennis de Oliveira e Ricardo Alexino Ferreira, além do pós-doutorando Lourival da Cruz Galvão Júnior, orientado pelo professor Luciano Victor Barros Maluly, receberam menções honrosas da diretoria científica da Associação Brasileira de Ensino de Jornalismo (ABEJ) pelos trabalhos apresentados no 15º Ciclo de Pesquisa em Ensino e Extensão em Jornalismo, realizado nos dias 26 e 27 de novembro como parte da programação do ENPJ 2020. 

Saiba mais sobre os trabalhos premiados: 

 

Jornalismo no Brasil: cães vira-latas farejando os rastros da democracia

Vencedor da categoria Ensino de ética e teoria do jornalismo, o trabalho escrito pelo professor Dennis de Oliveira apresenta reflexões sobre os dilemas e contradições do jornalismo brasileiro. “Atividade originária dos arranjos institucionais da democracia liberal que está em crise”, o jornalismo tem, no caso específico do Brasil, um desafio a mais: defender o interesse público e fiscalizar as instituições de poder em uma democracia que nunca se consolidou em razão das heranças coloniais. 

Para ler o artigo completo, clique aqui

 

Diversidade em Ciência em Perspectiva Etnomidialógica: a práxis do jornalismo científico na cobertura midiática especializada das diversidades e direitos humanos

Um dos premiados na categoria Projetos Pedagógicos, o artigo do professor Ricardo Alexino Ferreira abordou o jornalismo científico “com enfoque em direitos humanos, diversidades étnico-sociais (questões étnicas, identidades de gênero, dentre outras) e direitos humanos. O trabalho buscou “definir o campo epistemológico da Etnomidialogia e sua práxis no Jornalismo”, tendo como estudo de caso o programa de entrevistas Diversidade em Ciência, veiculado desde 2015 na Rádio USP.

Acesse o texto na íntegra neste link

 

Gisela Swetlana Ortriwano e o Radiojornalismo: contribuições para (re)pensar procedimentos e métodos na formação acadêmica

Também vencedor da categoria Projetos Pedagógicos, o trabalho é resultado da pesquisa de pós-doutorado de Lourival da Cruz Galvão Júnior, que teve como objetivo “conceituar a contribuição da professora Gisela Swetlana Ortriwano ao ensino da Comunicação a partir da análise das ações teórico-práticas desenvolvidas pela docente no curso de Radiojornalismo do CJE”. Por meio de depoimentos de professores, pesquisadores e ex-alunos, o trabalho resgata as abordagens pedagógicas empregadas por Gisela, marcadas pelo alinhamento entre teoria e prática, e destaca a atualidade das propostas da docente, falecida há 17 anos. 

Para ler o artigo completo, clique aqui. O trabalho de Lourival também deu origem a uma série radiofônica de 12 episódios, atualmente transmitida pela Rádio USP. 

 

Professora Gisela Ortriwano

A professora Gisela Ortriwano defendeu em 1990, na USP, a primeira tese de doutorado sobre radiojornalismo do Brasil. Foto: acervo de Rodolfo Ortriwano.

 

Doutoranda do Prolam também é premiada

A ECA também se destacou no ENPJ 2020 com a premiação do trabalho Bastidores de produção da série “Mestres da Reportagem": um debate com a sociedade sobre a importância do gênero mais nobre do jornalismo. Vencedor na categoria Atividade de Extensão, o trabalho é de autoria de Patrícia Sheila Monteiro Paixão, jornalista e doutoranda do Programa de Pós-graduação Interunidades em Integração da América Latina (Prolam). 

O Prolam reúne, além da ECA, diversas unidades de ensino da USP em São Paulo e no interior: as Faculdades de Direito (FD), de Arquitetura e Urbanismo (FAU), de Educação (FE), de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP), de Economia e Administração de São Paulo (FEA) e de Ribeirão Preto (FEARP), o Instituto de Psicologia (IP) e a Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). 

 

A lista completa dos trabalhos premiados está disponível no site da ABEJ