Professor do CMU e pesquisador do NuSom lançam livro sobre arte sonora brasileira

Making It Heard: A History of Brazilian Sound Art é o primeiro texto extensivo sobre o tema

 

Apresentar um panorama sobre a arte sonora feita no Brasil, estabelecendo um contraponto à predominância de olhares europeus sobre o tema. Este é o principal objetivo de Making It Heard: A History of Brazilian Sound Art (Fazendo-se Ouvir: uma História da Arte Sonora Brasileira, em tradução livre), publicação organizada por Fernando Iazzetta, professor do Departamento de Música (CMU) e Rui Chaves, pesquisador do Núcleo de Pesquisas em Sonologia (NuSom). O livro reúne artigos de diversos autores sobre abordagens criativas envolvendo o som, da produção experimental de vinis à escultura, analisando um conjunto de obras que se estende por quase 60 anos. 

“São brasileiros falando sobre arte sonora brasileira”, comenta Iazzetta, destacando a importância de reconhecer o discurso e a produção artística locais diante de abordagens historiográficas da arte e da música que insistem em apostar na universalidade. Uma das origens do livro é o trabalho que artistas e pesquisadores interessados na intersecção entre produção artística e pesquisa acadêmica vem desenvolvendo ao longo das últimas duas décadas na USP. Apesar do grupo incluir pessoas com diferentes históricos – indo da música às artes visuais e engenharia – seu principal interesse é o som e suas conexões com arte, ciência, tecnologia e sociedade.

Desde 2012, esse esforço colaborativo e interdisciplinar tem ocorrido no NuSom, coordenado pelos docentes Rogério Costa e Marcelo Queiroz, além do próprio Fernando Iazzetta. Financiado pela USP e pela FAPESP, o NuSom tem como principal objetivo ultrapassar os limites entre produção artística e pesquisa acadêmica ao integrar a produção de trabalhos criativos, pesquisa tecnológica e reflexão crítica. 

Inserida neste contexto, a pesquisa de pós-doutorado de Rui Chaves consistiu na criação de uma plataforma digital bilíngue intitulada Nendú: um possível arquivo de arte sonora brasileira. Contando com um mapa e um arquivo de registros em diversos formatos, o site oferece um retrato da arte sonora que vem sendo feita no Brasil. O trabalho também traz para o primeiro plano o raciocínio crítico sobre o arquivo como uma ferramenta de pesquisa e não apenas como mero repositório para artistas e suas obras. Grande parte das obras e autores representados em Making It Heard foram “descobertos” por meio de uma intrincada rede de atores que se engajou com a plataforma.

O selo musical Berro, recentemente lançado pelo NuSom, publicou a série de álbuns Make It Heard, que reúne muitas das obras referenciadas no livro. Para escutar, clique aqui

Making It Heard: A History of Brazilian Sound Art está disponível para compra no site da Amazon.