Site reúne projetos socioculturais elaborados por estudantes de Relações Públicas

Projetos desenvolvidos no âmbito da disciplina Gestão e Produção Cultural formam coletivo com o intuito de dar visibilidade à produção dos estudantes

 

No primeiro semestre de 2020, os projetos socioculturais desenvolvidos durante a disciplina Gestão e Produção Cultural foram reunidos no coletivo Eureca! Emoções em cultura criativa. Sob orientação da professora Clara Pugnaloni, os estudantes do quinto período de Relações Públicas elaboraram dez projetos focados em diferentes áreas da cultura: Cinema para Todos, Faces da Fotografia, Festival Nosso Sertão, Mais que Mil Palavras, Meu Folclore Favorito, Musicalizar, #Musicar, Nossas Origens, Varal Visual e Visão Plural.

 

A concepção do coletivo Eureca! é resultado da estratégia de orientação estabelecida pela docente, diante de um cenário em que tanto a disciplina quanto os trabalhos foram realizados em formato digital. O processo com a turma se deu a partir da proposta de elaborar projetos socioculturais - ou seja, projetos culturais com benefício social - aptos a serem encaminhados para leis de incentivo. Ao final, os trabalhos desenvolvidos foram reunidos no site, pensado para ser um banco de projetos para dar visibilidade à produção da Escola e de seus alunos.

 

 

logo coletivo Eureca!

 

 

Ao longo do semestre, a disciplina contou ainda com uma série de webinars. Cada palestrante falou sobre os diferentes tipos de projetos socioculturais e abordou temas pertinentes ao setor cultural durante e após a pandemia. A ideia foi possibilitar o diálogo entre estudantes e convidados, sempre com base na experiência de cada um. Entre os eventos realizados, destacam-se as palestras de Domingos Armani, autor do livro Como elaborar projetos? Guia prático para elaboração e gestão de projetos sociais, dos advogados Aline Akemi Freitas e Fábio Cesnik, e de Danilo Santos de Miranda, diretor do SESC SP.

 

Para Pugnaloni, a importância do desenvolvimento de projetos durante o curso consiste em apresentar, por meio da prática e do contato com profissionais da área, outra possibilidade de atuação para os egressos de Relações Públicas, na qual possam atuar no campo da produção cultural, elaborando projetos para editais de financiamento públicos ou privados.

 

 

 

Sobre a disciplina Gestão e Produção Cultural

 

 

O campo de atuação do profissional de Relações Públicas envolve as áreas de comunicação de organizações públicas, privadas ou do terceiro setor. Com a instituição das Novas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Relações Públicas, em 2013, a formação universitária abrangente e que envolve bases conceituais interdisciplinares ganhou ainda mais importância.

 

A professora Valéria Castro, coordenadora do Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo (CRP) e responsável pela inclusão da disciplina Gestão e Produção Cultural na matriz curricular do curso de Relações Públicas em 2016, explica que a decisão é resultado da revisão do projeto pedagógico a partir dessas novas diretrizes. A disciplina surge, então, para atender as demandas relacionadas à inserção dos egressos do curso no setor cultural.

 

“A proposta da disciplina é ampliar as possibilidades de atuação do egresso do curso, capacitando-o no planejamento e gestão de projetos culturais, além de fomentar a reflexão sobre as relações entre produção artística e contexto social, político e econômico”, diz a docente. Para ela, os projetos socioculturais elaborados no curso, “além de produtos didáticos, constituem-se como ações de  articulação do ensino e da extensão universitária, assim como aproximação do corpo discente da prática profissional.”