Tese da ECA recebe Prêmio Capes de Tese 2016

A tese O desempenho das universidades brasileiras nos rankings internacionais: áreas de destaque da produção científica brasileira”, defendida em 2015, por Solange Maria dos Santos, sob a orientação da professora  Daisy Pires Noronha, no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação  (PPGCI) recebeu  o Prêmio Capes de Tese 2016 da área de Ciências Sociais Aplicadas I.

O resultado foi publicado no D.O.U de 10/10, seção 1, páginas 18 a 21, Portaria n° 170, de 6 de outubro de 2016, disponível no link http://capes.gov.br/SECOL/PortariaOutorgaPCT2016.pdf.  O Prêmio constitui-se de certificado, medalha e bolsa de pós-doutorado, conforme especificado no Edital nº 17/2016, publicado no DOU de 29/06/2016.

A cerimônia de entrega dos prêmios acontecerá em Brasília, no dia 14/12, na sede da CAPES.  A tese concorre ainda ao Grande Prêmio, que será outorgado para a melhor tese selecionada entre as vencedoras do Prêmio Capes de Tese, agrupadas em três grupos de grandes áreas: I- Ciências Biológicas, Ciências da Saúde, Ciências Agrárias, denominado “Grande Prêmio Capes de Tese Nise da Silveira”;  II – Engenharias, Ciências Exatas e da Terra e Multidisciplinar (Materiais e Biotecnologia), denominado “Grande Prêmio Capes de Tese Ricardo de Carvalho Ferreira”;  III - Ciências Humanas, Linguística, Letras e Artes, Ciências Sociais Aplicadas e Multidisciplinar (Ensino), denominado "Grande Prêmio Capes de Tese Octávio Ianni”.

A tese de Solange foi matéria  no Jornal da USP de 23/9,  e Rádio USP,  onde mostra as discrepâncias existentes nos Rankings Universitários.  Ao estudar estas listas, Solange identificou vários desafios na construção destas listas.    “A ausência de fontes de informação que permitam coletar adequadamente dados sobre as atividades das universidades faz com que essas instituições sejam classificadas com base em indicadores de atividades que podem ser medidas, não com base nos indicadores de que atividades desejam medir”, avalia a pesquisadora.