CAC recebe experimento cênico "Bernarda Soledade"

20/05/2017 15:00
21/05/2017 15:00

O grupo Teatro de Transeuntes promove neste fim de semana a abertura de processo do projeto teatral Experimento Bernarda Soledade, baseada na obra A História de Bernarda Soledade – A Tigre do Sertão, do escritor pernambucano Raimundo Carrero.

É a primeira obra que o autor adaptou para o teatro especialmente para este projeto. Com enredo mítico e repleto de simbologia, a novela narra a trajetória de ascensão e queda de uma família rural que é ancorada em suas mulheres: a proprietária de terras Bernarda Soledade, sua mãe Gabriela, e Inês, sua irmã mais nova.

Com direção de Maíra Frois, o experimento cênico levanta possibilidades de contar essa história que é marcada por uma teia de relações de poder, sexo e territorialidade que geram tensões, traições e conflitos de interesse, principalmente em confronto com os personagens masculinos do pai, do tio forasteiro e de um dos jovens fazendeiros expulsos à força pela tirania bruta de Bernarda. 

Ensaio do experimento cênico Bernarda Soledade. Foto: Facebook

Sobre o Teatro de Transeuntes

O grupo começou sua trajetória em 2014 e aos poucos foi crescendo. Hoje são 18 pessoas diretamente envolvidas na realização do projeto, todas elas agregadas à diretora Maíra Frois e às atrizes Isadora Borges e Maryah Monteiro, membros fundadores do Teatro de Transeuntes. 

O grupo Teatro de Transeuntes se caracteriza pela pluralidade artística e o compartilhamento de experiências, integrantes com formações diferentes incluindo música, dança, artes visuais, arquitetura e cinema. Conta com diretores, dramaturgista, iluminadora, cenógrafas, videoartista, figurinista e sonoplasta.

Serviço:

Datas e horários: 13 de maio, às 20h, e 14 de maio, às 19h

                          20 e 21 de maio, às 15h

Local: Sala Miroel Silveira - Teatro Laboratório (Prédio 8)