Diversidade em Ciência trata da guerra na Síria e o mundo árabe

02/03/2019 14:00
02/03/2019 15:00

No próximo Diversidade em Ciência que irá ao ar em 2 de março, às 14h, Ricardo Alexino Ferreira, professor do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE) entrevista Babel Hajjar, jornalista e mestre em ciências pelo Programa de Pós-graduação em Mudança Social e Participação Política da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH), autor da dissertação Para ler a guerra na Síria: a construção do consenso na cobertura da mídia global.

Durante a entrevista, Babel Hajjar irá analisar como a mídia ocidental vem cobrindo os conflitos na Síria. Ir abordar também o conceito de orientalismo, em que o ocidente constrói estereótipos sobre o oriente, a partir do pensamento eurocêntrico, visando na maior parte das vezes dominações e intervenções. "Os estereótipos utilizados pelo ocidente são uma forma de dominação sobre o mundo árabe e a imprensa hegemônica cumpre o papel de desconstruir e reduzir a humanidade e a importância histórica dessas nações", afirma.


Babel Hajjar analisa como a mídia ocidental cobre os eventos na Síria. Foto: Arquivo pessoal

Filho de pai sírio e mãe libanesa, Babel Hajjar analisa o processo político da Síria a partir da cultura, contrapondo com a cobertura da mídia ocidental que desumaniza o oriente e criminaliza os seus movimentos sociais.

O Diversidade em Ciência é um programa de divulgação científica, voltado para as ciências da diversidade e direitos humanos, e vai ao ar toda segunda-feira, às 13h, com reapresentações às terças-feiras, às duas horas da manhã e aos sábados, às 14h, com direção e apresentação de Ricardo Alexino Ferreira e edição de áudio de João Carlos Megale.

A Rádio USP-FM pode ser sintonizada em 93,7 MHz/SP.