Body:

A Direção da ECA divulgou no dia 22 de março o resultado das eleições para representante docente nas categorias de professor titular, professor associado, professor doutor, assistente e auxiliar de ensino, e seus respectivos suplentes, junto à Congregação, órgão deliberativo máximo da unidade. Foram eleitos:

Categoria de Professor Titular (inscrição individual):
Esther Imperio Hamburger (CTR) 
Eugênio Bucci (CBD)
Fernando Henrique de Oliveira Iazzetta (CMU)
Giselle Gubernikoff (CAP)
Marco Francesco Buti (CAP)
Margarida Maria Krohling Kunsch (CRP)
Maria Cristina Castilho Costa (CCA)
Maria Dora Genis Mourão (CTR)
Maria Lúcia de Souza Barros Pupo (CAC)
Martin Grossmann (CBD)
Paulo Roberto Nassar de Oliveira (CRP)
Reinaldo Miranda de Sá Teles (CRP)
Sônia Salzstein Goldberg (CAP)
Victor Aquino Gomes Corrêa (CRP)

Categoria de Professor Associado (inscrição em chapas)
Titular: Eneus Trindade Barreto Filho (CRP) / Suplente: Luciano Victor Barros Maluly (CJE)     
Titular: Gilson Liberato Schwartz (CTR) / Suplente: Rogério Luiz Moraes Costa (CMU)
Titular: Karina Toledo Solha (CRP) / Suplente: Hugo Fernando Salinas Fortes Junior (CRP)   
Titular: Luciano Guimarães (CJE) / Suplente: Irene de Araújo Machado (CCA)
Titular: Luiz Alberto Beserra de Farias (CRP) / Suplente: Ricardo Alexino Ferreira (CJE)
Titular: Mônica Isabel Lucas (CMU) / Suplente: Silvia Regina Ferreira de Laurentiz (CAP)
Titular: Rosana de Lima Soares (CJE) /  Suplente: Eduardo Vicente (CTR)

Categoria de Professor Doutor (inscrição em chapas)
Titular: Arlindo Ornelas Figueira Neto (CRP) / Suplente: José de Paula Ramos Júnior (CJE)
Titular: Claudia Lago (CCA) / Suplente: Marcelo Denny de Toledo Leite (CAC) 
Titular: Daniela Oswald Ramos (CCA) / Sulente: Claudemir Edson Viana (CCA)
Titular: Luciana Sayure Shimabuco (CMU) / Suplente: Luiz Augusto Duarte Dantas (CTR)

Não foram registradas candidaturas para as categorias de professor assistente e professor auxiliar de ensino. Os professores eleitos terão mandato de dois anos, a contar do dia 26 de março.

Para mais informações, consulte a página da Assistência Acadêmica.

Body:

A comissão de prêmios do Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação (PPGCOM) homenageou no dia 18 de março os melhores trabalhos de 2018, que irão representar o programa no prêmio anual da Associação Nacional de Programas de Pós-graduação (Compós). A premiação aconteceu durante a aula magna do PPGCOM com a professora Marialva Barbosa, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Na categoria tese, foi escolhido o trabalho Interfaces colaborativas em comunicação e educação ambiental, da pesquisadora Sandra Pereira Falcão e desenvolvido sob a orientação do professor Adilson Odair Citelli, do Departamento de Comunicações e Artes (CCA). Por meio de técnicas variadas para captação de dados de campo, tais como palestras, minicursos, realização de entrevistas e dinâmicas, aplicação de questionários virtuais e presenciais, a autora do estudo se propõe a analisar os discursos multidimensionais relacionados à "ecocrise", em busca de encaminhamentos práticos e epistêmicos para promover a reflexão e estímulo à proatividade socioambiental cidadã a partir do eixo Comunicação-Educação.


Sandra Pereira Falcão, ao lado do orientador, Adilson Citelli (esq), e do professor Eneus Trindade (dir), do PPGCOM

Na categoria dissertação, o trabalho Governança algorítmica e publicização das marcas: estudo de casos sob o paradigma da propagabilidade no ambiente numérico do Facebook foi escolhido para representar o programa na premiação da Compós. De autoria de Francisco Raposo e Silva e desenvolvido sob a orientação de Elizabeth Nicolau Saad Corrêa, professora sênior do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE), a pesquisa pretende discutir o surgimento de uma economia baseada em dados e uma sociedade fundamentada na visibilidade algorítmica e na análise quantificada da vida. A partir de estudos de caso, busca ainda compreender como as marcas se comportam no ambiente numérico das plataformas on-line para a distribuição de conteúdo.


Francisco Raposo e Silva, com as professoras Elizabeth Saad (esq.) e Mayra Gomes (dir.), do PPGCOM

O 28º encontro anual da Compós acontece entre os dias 11 e 14 de junho na Escola de Comunicação, Artes e Design da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre.

 

Fotos: Verônica Cristo

Body:

Nair Yumiko Kobashi, professora do Departamento de Informação e Cultura (CBD), teve prorrogada a sua participação no Programa de Professor Sênior da USP. O pedido foi aprovado pela Congregação da ECA em reunião realizada no dia 20 de março.

Professora sênior do CBD desde 2015, Nair Kobashi irá desenvolver, nos próximos dois anos, atividades de pesquisa, ligadas ao projeto Modelos de avaliação de atividades de pesquisa científica: um estudo crítico, financiado pelo CNPq. O estudo se propõe a identificar, analisar e comparar modelos e práticas contemporâneos de avaliação da atividade científica. Para isso, a docente realiza uma análise centrada nos princípios, objetivos, normas, valores e expectativas enunciados nos modelos de avaliação.

Além disso, a docente irá ministrar, já no próximo semestre, a disciplina Organização e recuperação da informação: histórico e perspectivas, junto ao Programa de Pós-graduação em Ciências da Informação (PPGCI), ao qual é credenciada como orientadora de estudos de mestrado e doutorado. A docente também se dedica a orientar trabalhos de iniciação científica, entre alunos de graduação.

Bacharel em jornalismo e em biblioteconomia pela ECA, Nair Yumiko Kobashi  é mestre e doutora em Ciências da Comunicação também na Escola. É professora livre-docente na área de análise documental, pela ECA. Desenvolve atividades de ensino e pesquisa ligadas à elaboração e avaliação de vocabulários controlados (tesauros, taxonomias e ontologias), análise documentária, indexação e resumos, terminologia e linguagens documentárias, estudos métricos da informação (Bibliometria e Cientometria).

No ano passado, a docente recebeu o título de cidadã paulistana, oferecido pela Câmara Municipal de São Paulo.


À esquerda, Nair Kobashi, do CBD, em homenagem feita pela Congregação da ECA por ocasião de sua aposentadoria, em 2015. Foto: Eduardo Peñuela

Body:

No último dia 16 de março foi lançado o segundo livro do pesquisador e docente do Departamento de Artes Cênicas (CAC), Marcelo Denny, Cenografia Digital na cena contemporânea, pela editora Annablume.

O lançamento foi realizado no Goethe Institut, durante o Piquenique Literário, evento da MITsp 2019 - Mostra Internacional de Teatro de São Paulo, que anualmente reúne um recorte significativo da cena contemporânea mundial, com produções que enveredam pela experimentação de linguagens, mas também possuem uma postura crítica ao seu tempo.

O livro foi lançado simultaneamente com outras seis obras, que trazem temáticas sobre a questão da cena contemporânea. Houve uma roda de apresentação na qual cada um dos autores teve em torno de dez minutos para falar sobre os seus trabalhos, além de um debate sobre a sobrevivência das edições nos dias de hoje, uma vez  que o país apresenta uma das maiores crises do mercado editorial. "Estamos vivendo hoje em uma terra arrasada, com livrarias fechando. Nunca o mercado das artes esteve tão terrível. A questão não é apenas pelo fato de que se lêem menos livros, mesmo com a existência da internet,  mas também pelo consequente efeito dominó, em que, se não há leitores, também não há mais publicações e consequentemente há o grande aumento de fechamentos de livrarias: é um momento em que ninguém compra, ninguém vende e ninguém lê”, afirma Marcelo Denny.


Marcelo Denny, docente do CAC, desenvolve pesquisa sobre visualidades, corpo e performatividades, performance urbana e cena contemporânea

Além disso, o evento foi um momento de encontro entre as linguagens artísticas de teatro, cinema, audiovisual e performance. Segundo o autor, o livro trata justamente desse hibridismo e, apesar de no título possuir a palavra "cenografia", aqui ela possui um novo campo de entendimento: o de uma cenografia expandida com as tecnologias da imagem e recursos audiovisuais.

Denny também afirma que a performance, uma das temáticas de sua pesquisa, é indissociável do corpo e da cenografia. “O corpo performático utiliza um objeto e um espaço diferenciados, além de beirar as artes visuais. Mesmo em um cenário neutro há uma escolha cenográfica, pois houve uma opção estética. E em tempos políticos tão complicados como os de hoje, a performance acaba por ter uma grande importância entre as linguagens, pois é uma linguagem com opções de sentidos, que é necessária. É uma linguagem de enfrentamento.”  

A obra também aborda questões sobre o lugar das imagens tecnológicas na cena hoje, as mudanças com a inclusão das linguagens cinematográficas, videográficas e também a presença da internet nas artes cênicas da contemporaneidade. Também reflete sobre as contribuições e as renovações das tecnologias da imagem na cena atual, divididas em três pilares de análise: imagens tecnológicas em relação ao Espaço, depois sobre o Tempo e finalmente sobre o Corpo.

Com exemplos da cena contemporânea, mas também recorrendo aos pioneiros nessa atividade, Marcelo Denny mostra como os recursos eletrônicos e digitais alteram as potências cênicas. Traz uma análise de trabalhos que desenvolveu como diretor, diretor de arte e cenógrafo nos últimos anos, bem como exemplos de artistas e grupos nacionais e internacionais, oferecendo desta forma, um panorama inédito sobre o tema para professores de artes cênicas em geral, assim como para diretores, cenógrafos, profissionais do cinema e do vídeo, artistas das mídias e outras pessoas que investiguem a encenação contemporânea e seu universo híbrido.


Novo livro fala sobre o lugar das imagens tecnológicas na cena contemporânea

 

Fotos: acervo pessoal

Body:

A Direção da ECA divulgou na tarde de ontem (dia 18) as inscrições registradas e deferidas para a eleição de representantes docentes nas categorias de professor titular, professor associado, professor doutor, assistente e auxiliar de ensino, e seus respectivos suplentes, junto à Congregação, órgão deliberativo máximo da unidade. São candidatos:

Professor Titular (inscrição individual):
Esther Imperio Hamburger (CTR)
Eugênio Bucci (CBD)
Fernando Henrique de Oliveira Iazzetta (CMU)
Giselle Gubernikoff (CAP)
Marco Francesco Buti (CAP)
Margarida Maria Krohling Kunsch (CRP)
Maria Cristina Castilho Costa (CCA)
Maria Dora Genis Mourão (CTR)
Maria Lúcia de Souza Barros Pupo (CAC)
Martin Grossmann (CBD)
Mayra Rodrigues Gomes (CJE)
Paulo Roberto Nassar de Oliveira (CRP)
Reinaldo Miranda de Sá Teles (CRP)
Sônia Salzstein Goldberg (CAP)
Victor Aquino Gomes Corrêa (CRP)

Professor Associado (inscrição em chapa):Titular: Eneus Trindade Barreto Filho (CRP) / Suplente: Luciano Victor Barros Maluly (CJE)
Titular: Gilson Liberato Schwartz (CTR) / Suplente: Rogério Luiz Moraes Costa (CMU)
Titular: Karina Toledo Solha (CRP) / Suplente: Hugo Fernando Salinas Fortes Junior (CRP)
Titular: Luciano Guimarães (CJE) / Suplente: Irene de Araújo Machado (CCA)
Titular: Luiz Alberto Beserra de Farias (CRP) / Suplente: Ricardo Alexino Ferreira (CJE)
Titular: Mônica Isabel Lucas (CMU) / Suplente: Silvia Regina Ferreira de Laurentiz (CAP)
Titular: Rosana de Lima Soares (CJE) / Suplente: Eduardo Vicente (CTR)

Professor Doutor (inscrição em chapa):
Titular: Arlindo Ornelas Figueira Neto (CRP) / Suplente: José de Paula Ramos Júnior (CJE)
Titular: Claudia Lago (CCA) / Suplente: Marcelo Denny de Toledo Leite (CAC)
Titular: Daniela Oswald Ramos (CCA) / Claudemir Edson Viana (CCA)
Titular: Luciana Sayure Shimabuco (CMU) / Suplente: Luiz Augusto Duarte Dantas (CTR)

Não foram registradas candidaturas para as categorias de professor assistente e auxiliar de ensino.  A votação acontece no dia 21 de março, quinta-feira, das 10h às 18h, por meio de sistema eletrônico. Os professores eleitos exercerão mandato por um período de dois anos, a contar a partir do dia 26 de março.

Para mais informações, consulte a página da Assistência Acadêmica e a Portaria ECA nº 09, de 31 de janeiro de 2019, que regulamenta a eleição.