ECA em Números 2019: conheça os resultados obtidos em ensino, pesquisa e extensão

Dados ajudam a visualizar o desempenho da Escola e seu impacto na comunidade interna e externa no ano que passou

 

Com 8 departamentos, uma escola técnica e 6 programas de pós-graduação, a ECA possui uma organização complexa, contemplando quase 3 mil alunos, isso quando se considera somente a graduação e a pós-graduação. Como medir o impacto de uma instituição de ensino deste porte? Esse é um dos objetivos por trás do ECA em Números, levantamento anual que traz para a comunidade os principais dados relativos ao desempenho da ECA nos três pilares da universidade pública: ensino, pesquisa e extensão. 

Fundada em 1966, a ECA tem uma longa trajetória de contribuições para o desenvolvimento dos campos da comunicação, das artes e da informação no Brasil. Não é possível falar de cada um dos 526 artigos, livros, textos, teses e dissertações publicados pela ECA no ano passado, mas vale destacar os trabalhos e iniciativas que representam a diversidade ecana e os principais desafios enfrentados pela Escola na atualidade. 

infográfico ECA em Números parte 1

Em um momento marcado pelo debate acerca da importância do conhecimento científico para a sociedade, torna-se fundamental estudar e divulgar o papel das políticas de apoio para a democratização dos saberes produzidos na Universidade. Sem o devido alcance, a produção científica não consegue cumprir plenamente sua missão, que é oferecer respostas para algumas perguntas e formular novas questões, que serão solucionadas pelas pesquisas do futuro. 

Parte dos 106 mestres, 73 doutores e 21 pós-doutores formados na ECA em 2019 desenvolveram seu trabalhos em um dos 20 grupos de pesquisa certificados pelo CNPq. No ano que passou, os grupos foram responsáveis por uma ampla gama de trabalhos científicos e artísticos, publicações e eventos. Houve performance e seminário em Nova York, pesquisas sobre o papel das mídias sociais na escolalivro abordando o impacto das fake news nas últimas eleiçõessimpósio dedicado a Villa-Lobos, as Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos e dois podcasts: o Nós, Mulheres Negras e o Midiato, do grupo de pesquisa de mesmo nome. Tem ainda grupo que completou 15 anos e outro que agora contribui para o acesso ao conhecimento produzido sobre a Covid-19.

 

Infográfico ECA em Números parte 2

Uma das principais ligações da ECA com a comunidade interna e externa, a Biblioteca recebeu mais de 62 mil visitantes no ano passado. Outra importante via para estreitar os laços com a comunidade externa, as atividades de extensão atingiram quase 6 mil pessoas em 2019. Hoje, mesmo com a pandemia, algumas destas ações continuam, em formato virtual, como o Programa USP 60+.  

As atividades de extensão e de pesquisa, por meio da iniciação científica e de outros programas, representam uma oportunidade de expansão do universo encontrado pelos alunos de graduação em sala de aula e são um dos principais diferenciais oferecidos pela formação em uma universidade pública. Mesmo sabendo que essa experiência não se esgota com a colação de grau, os 316 bacharéis e licenciados formados pela ECA em 2019 já têm uma bagagem valiosa para levar em suas carreiras profissionais ou acadêmicas. 

 

Infográfico ECA em Números parte 3

Para conferir o ECA em Números 2019 na íntegra, clique aqui