OCAM estreia sua Temporada de Concertos 2017

A OCAM – Orquestra de Câmara da ECA-USP estreia em 31 de março sua Temporada de Concertos 2017, com apresentações gratuitas que contam com a direção artística e a regência do maestro Gil Jardim, professor do Departamento de Música (CMU) e com a presença dos artistas convidados Antônio Carlos Carrasqueira, flautista e também professor do CMU e Suélem Sampaio, harpista.

O primeiro concerto acontece no dia 31 de março, às 12h30, no Auditório do Centro de Difusão Internacional da USP (Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, s/n, Cidade Universitária), que tem capacidade para 200 pessoas.

Em 1º de abril, às 17h30, a OCAM se apresenta na abertura da exposição O Céu Ainda É Azul, Você Sabe..., da artista multimídia Yoko Ono, no Grande Hall do Instituto Tomie Ohtake (Rua Coropés, 88, Pinheiros), com capacidade para 400 pessoas. A exposição, que pretende fazer uma retrospectiva da vasta carreira da artista – uma viagem pela noção da própria arte, com forte engajamento político e social, está aberta para visitações até o dia 28 de maio.

Em 2 de abril, às 17h, por fim, a Orquestra se apresenta no Museu da Casa Brasileira (Av. Brigadeiro Faria Lima, 2705). O evento é sujeito à lotação, já que a capacidade é de 400 pessoas, sendo 250 sentadas.

Nos concertos de 31 de março e 2 de abril, o programa traz o Concerto em Dó Maior para Flauta e Harpa, KV 299, de Mozart e a Sinfonia nº 4 em Si bemol Maior, Op. 60, de Beethoven. Já no dia 1º de abril, o programa consiste na apresentação das composições já citadas, além de She Is Asleep, Quartet, Dream e Story (de John Cage) e Haru no Umi (de Michio Miyagi).

O maestro Gil Jardim será o regente desta temporada de concertos. Foto: Marcelo Macaue

Convidados

Considerado um dos maiores flautistas da música brasileira, Antonio Carlos Carrasqueira tem mais de trinta anos de atuação e uma numerosa e premiada produção fonográfica que privilegia  a música de compositores brasileiros e latino-americanos. Com repertório que vai do período Barroco à música  eletroacústica, é reconhecido pela crítica nacional e internacional tocando Bach, Mozart, Villa-Lobos, Camargo Guarnieri, Pixinguinha. Como membro do Quinteto Villa-Lobos realizou centenas de apresentações didáticas, gravou doze discos dedicados a compositores brasileiros e recebeu indicações ao Grammy e aos prêmios Rival e Carlos Gomes conferidos ao melhor grupo camerístico brasileiro.

Professor do Departamento de Música da ECA-USP, onde obteve seu doutorado em Artes (2011), é graduado pelo Conservatoire National de Versailles (França-1974), onde obteve o Premier Prix de Flute e pela École Normale de Musique de Paris (França-1975), onde obteve a Licence de Concert.

O flautista e professor do CMU Antonio Carlos Carrasqueira. Foto: Gal Oppido

A harpista paulista Suélem Sampaio, por sua vez, iniciou seus estudos aos nove anos, numa igreja, e logo foi admitida na Academia de Música da Orquestra do Estado de São Paulo. Tem atuado com orquestras como a Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP), Experimental de Repertório, Sinfônica de Porto Alegre e Sinfônica de Minas Gerais.

É considerada a harpista de maior destaque de sua geração, além de atuar como professora no Festival Música nas Montanhas de Poços de Caldas, na Escola Brasileira de Harpa, sua própria, e em diversos outros institutos, promovendo o ensino da harpa e a divulgação do instrumento através de recitais e concertos.

A harpista Suélem Silva, convidada para participar da temporada deste ano. Foto: Bertazzo

 

Serviço:

Abertura da temporada Concertos 2017 da OCAM

Data: 31 de março

Horário: 12h30

Local: Centro de Difusão Internacional da USP

Endereço: Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, s/n, Cidade Universitária (em frente à ECA), São Paulo, SP

 

Texto: Victória Martins

Foto de destaque: Marcelo Macaue