Com podcast, pesquisador do NCE e cientistas combatem fake news sobre a covid-19

Os programas podem ser ouvidos nas principais plataformas de podcast ou pelo site COVID Verificado 

 

Sob Covid é um podcast que surgiu com o objetivo de combater fake news sobre o coronavírus e disseminar informações científicas de uma forma leve e descontraída. O programa é uma parceria entre o podcast Sob Torção, de Felipe Schadt, pesquisador do Núcleo de Comunicação e Educação (NCE), e os cientistas da plataforma COVID Verificado, pertencente ao Programa de Pós-Graduação em Imunologia (PPGImuno) do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP. 

Uma pesquisa realizada pela Avaaz afirma que 73% dos internautas brasileiros acreditam em, pelo menos, uma notícia falsa sobre o novo coronavírus. Cerca de 60% desses internautas recebem essas notícias via WhatsApp e quase 80% afirmam que gostariam de receber informações corrigidas e verificadas.

Outro dado importante é que 2019  foi considerado por muitos o “ano do podcast no Brasil”. Segundo reportagem do UOL, o consumo de podcasts no país aumentou 67% naquele ano. Além disso, o período de escuta na plataforma, que já havia aumentado em 130% em 2018, subiu mais de 40% de janeiro até setembro do ano passado. Em 2019, 25% dos ouvintes brasileiros consumiram mais de uma hora de podcasts por dia e a tendência para 2020 é que esses números continuem aumentando.

Esses dados chamaram a atenção de um grupo de cientistas do PPPGImuno e de Schadt, que resolveram unir forças para disseminar informações confiáveis sobre a covid-19 por meio de podcasts.

Os pesquisadores do PPGImuno criaram há cerca de três meses a plataforma COVID Verificadocom o intuito de desmentir notícias falsas sobre o novo coronavírus e divulgar conteúdo com apuração e embasamento científico sobre o tema. A plataforma ganhou destaque dentro e fora do mundo acadêmico, sendo noticiada em diversos meios de comunicação. O perfil da plataforma no Instagram já soma mais de 6 mil seguidores que recebem, quase que diariamente, informações sobre a pandemia.

“Nossa ideia sempre foi levar conteúdo no qual a população pudesse confiar e assim desmentir fake news e amenizar os riscos que notícias falsas sobre a covid-19 possam causar”, explicou Franciane Teixeira, doutoranda em Imunologia. “Nós também recebemos dezenas de mensagens no nosso site com dúvidas sobre o assunto e respondemos todas elas”. Ela e mais oito cientistas são responsáveis pela verificação do conteúdo divulgado na plataforma.

Todo esse trabalho virou pauta para um episódio do Sob Torção, podcast em que Felipe Schadt promove debates descontraídos sobre diversos temas da atualidade. “Foi a partir da iniciativa de conversar com esses cientistas que tivemos a ideia de transformar o conteúdo que eles produzem em uma linguagem própria para podcast”, conta Schadt, que além de colaborador do NCE é jornalista e mestrando no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação (PPGCOM).

Nascia então o Sob COVID. “A ideia é fazer programas curtinhos para que, além de divulgá-los nas plataformas de streaming como Spotify, Deezer, Castbox, Google Podcasts e iTunes, possam ser disseminados pelo WhatsApp e acabar dentro de grupos onde circulam as fake news. É uma espécie de contra-ataque, sabe?”, reflete o pesquisador.

 

 Imagem: divulgação

 

Um bate-papo com embasamento científico

Sabe aquela conversa de corredor com muita descontração e naturalidade? É assim que poderíamos descrever o Sob COVID, com uma única diferença: o embasamento científico. Ao dar o play no programa, você ouvirá um locutor animado que rapidamente dá o assunto da vez. Uma vinheta contagiante e convidativa te leva para a apresentação dos cientistas participantes.

Schadt, que faz a vez do apresentador, lança o problema e pede ajuda do convidado ou convidada da vez para poder solucioná-lo. Após apresentar o currículo do cientista, eles partem para o papo e, com base em artigos recentes, estudos consagrados e informações verificadas, eles vão conversando sobre o tema. E no final, de uma forma bem didática, ainda há um resumo de tudo que foi dito e um convite aos ouvintes para “viralizar informação certa” nas redes sociais.

“Nossa intenção com o podcast é mostrar que mesmo os temas mais complexos sobre coronavírus podem ser tratados com naturalidade, descontração e embasamento científico”, explica. O pesquisador ressalta ainda a importância de falar sobre ciência de uma maneira que todos possam entender sem partir para achismos.

O podcast já conta com quatro episódios, sempre lançados às 7h das quartas-feiras. Em sua estreia, o programa abordou a polêmica envolvendo a cloroquina. Nesse episódio, as cientistas Déborah Cantarini e Marina Ayupe mostram porque esse medicamento não deve ser indicado para o tratamento da covid-19. Os outros episódios tratam da origem do novo coronavírus, vacinas testadas no Brasil e o uso de máscaras. 

Você pode ouvir o Sob COVID nas principais plataformas de podcasts ou se inscrever no site do COVID Verificado. No site também é possível se inscrever para receber os episódios direto no WhatsApp ou para fazer parte de um grupo de transmissão do Telegram. 

O podcast tem o apoio institucional tanto do Programa de Pós-Graduação em Imunologia (PPGImuno) quanto do Núcleo de Comunicação e Educação (NCE).

Acompanhe também os perfis de Instagram do COVID Verificado e do Sob Torção.