"Diversidade em Ciência" aborda construções culturais e identitárias do candomblé e da umbanda

09/09/2017 14:00
09/09/2017 15:00

No Diversidade em Ciência que vai ao ar neste sábado, 9 de setembro, às 14h, o professor Ricardo Alexino Ferreira, do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE), entrevista o antropólogo Vagner Gonçalves da Silva, que falará sobre as construções culturais e identitárias de religiões de matrizes africanas, como o candomblé e a umbanda, no contexto urbano de São Paulo.

Durante a entrevista, Vagner da Silva irá abordar as relações raciais nos terreiros de candomblé de São Paulo, que, segundo ele, reproduzem ou invertem modelos presentes na sociedade brasileira. Também, apresentará seus estudos histórico-antropológicos sobre a formação do candomblé e da umbanda nas relações estruturais existentes entre as matrizes do catolicismo popular e de religiões indígenas e africanas, que, para ele, permitem uma compreensão do processo de formação das religiões afro-brasileiras como um diálogo real e dinâmico.

Vagner da Silva é docente do Departamento de Antropologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH-USP) e coordenador da pesquisa Religiões afro-brasileiras e cultura nacional: uma abordagem em hipermídia. É autor dos livros Exu: o guardião da casa do futuro (Editora Pallas), Candomblé e Umbanda: caminhos da devoção (Editora Summus/Selo Negro), Orixás da metrópole (Editora Vozes) e O antropólogo e sua magia: trabalho de campo e texto etnográfico nas pesquisas antropológicas sobre as religiões afro-brasileiras (Edusp).

Vagner Gonçalves da Silva (dir.), na gravação do programa Diversidade em Ciência

Diversidade em Ciência é um programa de divulgação científica voltado para as ciências da diversidade e direitos humanos e pode ser sintonizado na Rádio USP-FM, em 93,7 MHz/SP ou pelo site. O programa é apresentado às segundas-feiras, às 13h e reapresentado nas terças-feiras, às 2 horas e aos sábados, às 14 horas.