Edifício Copan é tema do ‘Diversidade Em Ciência’

07/10/2017 14:00
07/10/2017 15:00

No Diversidade em Ciência desta semana, Ricardo Alexino Ferreira entrevista o arquiteto Walter José Ferreira Galvão, doutor em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP e Affonso Celso Prazeres de Oliveira, síndico e administrador do Condomínio Edifício Copan.  O programa vai ao ar no sábado, dia 7 de outubro, às 14 horas, na Rádio USP.

O Condomínio Edifício Copan é projeto de Oscar Niemeyer, tendo sido construído entre 1952 e 1966. Nesse período, o projeto sofreu várias modificações, como divisão de apartamentos maiores em quitinetes e outras alterações. O prédio tem 120 mil metros quadrados de área construída, abriga 1.160 apartamentos e, aproximadamente, 5 mil moradores em 35 andares e seis blocos. Possui dois níveis abaixo da avenida Ipiranga, onde estão as 221 vagas de garagem, totalizando 115 metros de altura. Os apartamentos vão desde unidades de 29 a 214 metros quadrados. Além dos apartamentos, o Copan tem 72 lojas e um cinema, que atualmente está desativado. É considerado o maior conjunto de apartamentos residenciais da América Latina, título dado pelo Guiness Book (Livro dos Recordes).

Viaduto Minhocão com Edifício Copan, ao fundo, no centro da imagem

Outra característica do Copan é a sua diversidade arquitetônica, analisada por Walter José Ferreira Galvão nesta entrevista, em que irá apresentar os resultados de suas pesquisas de mestrado Copan/SP: a trajetória de um megaempreendimento, da concepção ao uso. Estudo compreensivo do processo com base na Avaliação Pós-Ocupação e doutorado Roteiro para diagnóstico do potencial para reabilitação de edifícios de apartamentos antigos, ambas desenvolvidas na FAU-USP. O síndico e administrador do Edifício Copan, Affonso Celso Prazeres de Oliveira, irá falar sobre as principais características administrativas do prédio e o seu éthos.

O Diversidade em Ciência vai ao ar toda segunda-feira, às 13 horas, com reapresentações às terças-feiras, às 2 horas da manhã e aos sábados, às 14 horas, com direção e apresentação do professor Ricardo Alexino Ferreira e edição de áudio de João Carlos Megale. É gravado nos estúdios do Departamento de Comunicações e Artes/Educomunicação.

A Rádio USP-FM pode ser sintonizada em 93,7 MHz/SP ou pelo site do Jornal da USP.

 

Texto e foto: Ricardo Alexino Ferreira