Espetáculo "Ser Pó" adapta conto de Santiago Dabove

10/11/2017 20:00
19/11/2017 18:00

O Departamento de Artes Cênicas (CAC) recebe as apresentações da peça Ser Pó, uma adaptação do conto homônimo do escritor argentino Santiago Dabove. Em cartaz até 19 de novembro, o espetáculo émontado e dirigido pelo estudante Ametonyo Silva, como parte de seu trabalho de conclusão de curso.

Embarcando na literatura fantástica latino-americana, a peça narra a história de um homem que sofre de nevralgia do trigêmeo, doença que afeta o nervo trigêmeo do rosto e causa dores crônicas. Certo dia, o personagem tem uma paralisia e cai no meio de um cemitério abandonado, cenário no qual, vai se cavando, “para tentar se resguardar”, até que começa a se transformar em planta.  

Segundo Ametonyo, o intuito inicial do projeto era investigar o “universo da narrativa, a criação teatral a partir do material literário e a potência da palavra no trabalho do ator”. Após se decidirem pelo conto de Dabove, ele e o grupo de atrizes e parceiros se envolveram na realização de cortes e ajustes ao texto original, adaptando-o da primeira para a terceira pessoa, de modo a narrar outras perspectivas, e introduzindo músicas, imagens e demais vozes evocadas pelo conto.  

Assim, a peça visa resgatar a tradição oral e as relações com a terra e propiciar um encontro mais direto com o espectador, abrindo espaço para que este “participe do exercício de imaginação exigido na atuação”. Além disso, também pretende encarar a morte para além da finitude, mas como um ciclo que possibilita mudanças e formas outras de existir.

O espetáculo é gratuito e fica em cartaz até 19 de novembro, às sextas e sábados, às 20h, e domingos, às 18h, na Sala Alfredo Mesquita do Teatro Laboratório do CAC, com capacidade para 50 lugares.

Serviço:
Ser Pó
Data: 10 a 19 de novembro
Horário: sextas e sábados, às 20h e domingos, às 18h
Local: Teatro Laboratório (Rua da Reitoria, 215, Cidade Universitária - Prédio 8)
 
Fotos: Divulgação