Jornalismo e Liberdade: 190 anos de Luiz Gama

11/06/2020 18:00
25/06/2020 20:00

Evento realizado pela Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial de São Paulo (Cojira) é aberto ao público e terá quatro encontros online 

 

Em uma série de quatro lives durante o mês de junho, a Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial de São Paulo (Cojira-SP), órgão vinculado ao Sindicato dos Jornalistas, abordará diversos aspectos relacionados à atividade de Luiz Gama na imprensa do século XIX, para celebrar os 190 anos de seu nascimento. O evento traz especialistas de diversas faculdades. No dia 25 de junho, às 18h, uma das convidadas é Cinthia Gomes, jornalista e mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação (PPGCOM).

As lives acontecem às quintas-feiras, às 18h, com exceção de uma, marcada para as 16h do dia 21 de junho, data do nascimento de Luiz Gama. Os encontros serão transmitidos pelo Facebook, nas páginas da Cojira-SPAlma Preta e Jornalistas Livres

Quem foi Luiz Gama?

Nascido em Salvador no ano de 1830, Luiz Gonzaga Pinto Gama foi advogado, jornalista, fundador do Partido Republicano Paulista e o principal líder abolicionista negro. Inscreveu seu nome da História da Comunicação ao fundar o primeiro jornal ilustrado de São Paulo, o Diabo Coxo, em 1864, ao lado do caricaturista italiano Ângelo Agostini, e teve uma longa trajetória em outros veículos da época. Como articulista, Gama contribuiu em questões fundamentais, como a representação da população negra na mídia e a defesa de princípios como a liberdade de imprensa. 

 Confira a programação completa do evento:

 

Live 1: Luiz Gama, filho de Luiza Mahin

Data: 11/06, 18h

Apresentação: Juliana Gonçalves (jornalista, mestranda em Estudos Culturais na USP, integrante da Cojira-SP e da Marcha das Mulheres Negras de São Paulo)

Convidada: Dulci Lima (doutoranda em Ciências Humanas e Sociais na UFABC, mestra em Educação, Arte e História da Cultura pelo Mackenzie. Bacharel em História pela USP. Pesquisadora do Centro de Pesquisa e Formação do SESC SP)

 

Live 2 – Luiz Gama: uma luz sobre o blecaute histórico

Data 18/06, 18h

Apresentação: Beatriz Sanz (jornalista, bolsista na fundação Cosecha Roja (Argentina), co-criadora do Banco de Talentos Negros e integrante da Cojira-SP)

Convidado: Oswaldo Faustino (jornalista, escritor, ator e co-fundador da Cojira-SP. Autor dos livros A Legião Negra e A luz de Luiz, entre outros)

 

Live 3: As lições de resistência do jornalista Luiz Gama

Data: 21/06, 16h

Apresentação: Cláudia Alexandre (jornalista, doutoranda em Ciência da Religião na PUC-SP, apresentadora do Programa Papo de Bamba e integrante da Cojira-SP)

Convidada: Ligia Ferreira (professora do Departamento de Letras na Unifesp. Autora e organizadora dos livros Primeiras Trovas Burlescas e outros poemas, Com a Palavra, Luiz Gama e Lições de Resistência: artigos de Luiz Gama na imprensa de São Paulo e do Rio de Janeiro)

 

Live 4 – Luiz Gama: a voz negra na imprensa

Data: 25/06, 18h

Apresentação: Guilherme Soares Dias (jornalista, empreendedor, apresentador do Guia Negro Entrevista, integrante da Cojira-SP)

Convidada: Cinthia Gomes (jornalista, mestranda em Ciências da Comunicação na ECA, integrante da Cojira-SP e da Marcha das Mulheres Negras de São Paulo).

 

Serviço:

Jornalismo e Liberdade: 190 anos de Luiz Gama

Data: de 11 a 25 de junho

Horário: às 16h e 18h