Alunas de Jornalismo vencem o Prêmio Jovem Jornalista com podcast sobre trabalho infantil

As estudantes entrevistaram mulheres que começaram a trabalhar com costura ainda na infância 

 

O Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos é um dos mais importantes da imprensa brasileira. Anualmente, profissionais de destaque no jornalismo e na luta em defesa dos direitos humanos são homenageados na cerimônia que acontece, tradicionalmente, no mês de outubro. 

Mas não apenas jornalistas com carreiras consolidadas são premiados. Há também o Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, dedicado a estudantes. Em sua 11ª edição, duas alunas da ECA foram vencedoras: Beatriz Gomes e Rebecca Gompertz. 

As alunas do terceiro ano do curso de Jornalismo se inscreveram para a incipiente categoria de podcasts. O trabalho inicial consistiu em elaborar uma proposta de pauta sobre o tema Trabalho Infantil na Moda. “Escrevemos com essa proposta muito humanista. A gente quis mostrar que são pessoas, que é mais complexo do que apenas ‘não pode o trabalho infantil’ ”, comenta Rebecca. 

Após terem sua proposta de pauta escolhida como uma das vencedoras, as alunas tiveram mais algumas semanas para produzir o podcast. Intitulado Costura de Ideias, o podcast teve dois episódios, já disponíveis no Spotify

A ideia foi conversar com pessoas que começaram a trabalhar com costura na infância ou na adolescência. “Foi um processo muito legal. Conversar com as costureiras foi uma coisa muito enriquecedora, porque são pessoas que tiveram vidas, em geral, de muita superação”, diz Rebecca. 

Agora, as duas estudantes, que sempre idealizaram ter um podcast, continuarão com o Costura de Ideias, abordando outros temas. 

 

Foto: Alice Vergueiro