Alunos do CRP são convidados a apresentar seus trabalhos no Palácio dos Bandeirantes

Na última terça-feira, 6 de dezembro, os alunos da disciplina de Arte Publicitária do professor Dorinho Bastos, do Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo (CRP), foram convidados pelo Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, programa do Governo do Estado que tem como principal objetivo reduzir pela metade as vítimas fatais nos acidentes de trânsito até 2020, a apresentarem seus trabalhos no Palácio dos Bandeirantes.

Há alguns anos, o professor Dorinho mantém, em sua matéria, uma parceria de produção de campanhas publicitárias, sempre dentro do tema de segurança no trânsito, para a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (ABRAMET). Assim, ele divide seus alunos em "grupos-agências" que devem vender suas ideias e disputar "o cliente".

                     
                     Professor Dorinho Bastos no Palácio dos Bandeirantes

"O foco é sempre usar o que é tendência e tentar fazer uma apresentação persuasiva. Dos trabalhos, sempre saem mensagens e raciocínios diferentes, que acabam sendo muito interessantes", afirma o professor.

Cerca de 94% dos acidentes de trânsito com vítimas fatais são causados por falha humana e esse tipo de acidente é atualmente uma das quatro maiores causas de morte no mundo. Em sua fala, o dr. José Heverardo da Costa Montal, presidente da ABRAMET, disse que não podemos mais aceitar o acidente como acidental, quando ele acontece por falha humana, pois a maioria deles ocorre em função de comportamentos que podem ser mudados, como usar o celular e beber ao dirigir ou não usar o cinto de segurança. 

Oito grupos se apresentaram na ocasião, trazendo campanhas muito diferentes e criativas, como: "Sua vida importa. Para você e para quem te ama"; "Você não vai se arriscar por qualquer coisa, né?"; e "Tem sempre alguém esperando por você". 

  • Agência Tungstênio: "Sua vida importa. Para você e para quem você ama". Com esse slogan, a agência buscou mostrar que um ato de imprudência seu também pode afetar a vida das pessoas que estão ao seu redor. A campanha usa imagens que indicam que uma pessoa não está onde devia estar, seja para levar o filho pequeno para passear, seja para o próprio casamento, deixando em branco sua silhueta;
     
  • Agência Máquina: "Pequenos detalhes podem fazer toda adiferença". O grupo teve o intuito de passar essa mensagem fazendo uso de imagens que mostram a "distância" que falta para uma pessoa adotar um comportamento de risco, como por exemplo a foto de uma pessoa esticando a mão para ver um mensagem no celular enquanto dirige, legendando-a com: "falta apenas 'isso' (mostra a distância entre a mão e o celular) para você bater no carro da frente";
     
  • Agência Arka9: "Pouco, importa". Em seu trabalho, a Arka9 tentou conscientizar as pessoas que costumam ter atitudes de risco no trânsito e adotam uma postura negligente, que pouco importa, sim, e muito! Usar o cinto de segurança e não mexer no celular ou beber quando for dirigir são atitudes que podem prevenir fatalidades;
     
  • Agência Magna: o grupo planejou uma campanha que se aproximasse especialmente dos jovens, que geralmente são os que mais se envolvem em acidentes de trânsito, fazendo uso de uma linguagem mais informal. Com o slogan "Aproveite a segurança. Vai de boa", a agência procurou ressaltar as recompensas que as pessoas podem ter quando não são imprudentes no trânsito;
     
  • Agência This Side Up: o trabalho do grupo buscou chamar a atenção dos "sensation seekers", nome em inglês dado às pessoas que adotam comportamentos de risco apenas para sentirem a adrenalina, chegando em um slogan com o questionamento "Você não vai se arriscar por qualquer coisa, não é?". Assim, mostram outras formas, mais seguras, de elas terem a mesma sensação de satisfação;
     
  • Agência Toca: com depoimentos de casos reais, as peças da agência procuraram mostrar que enquanto você se arrisca no trânsito, "tem sempre alguém esperando por você", que foi o slogan escolhido;
     
  • Agência Nir: a estratégia do grupo foi mostrar para os motoristas exatamente os pensamentos que os levam a se arriscarem, com o slogan "Você pode até achar que está no controle, mas a verdade é que, no trânsito, qualquer deslize pode provocar acidentes e, pior, mortes. Se for dirigir, não beba. A sua vida e a de outras pessoas estão no seu controle";
     
  • Agência Flamingo: a ideia do grupo foi adotar uma linha mais cômica em suas peças, comparando superstições e o comportamento de risco no trânsito, uma vez que as duas coisas podem ser evitadas no dia a dia. Um exemplo de peça é: "Cruzar com um gato preto pode ser perigoso. Cuidado! Mas não adianta evitar o azar se você dirige bêbado. Acidente no trânsito dá para evitar".
     

                     
                     Grupo apresentando sua campanha

O dr. Flavio Adura, diretor científico da ABRAMET, cumprimentou todos os grupos pela excelente qualidade dos trabalhos, relembrando que, dessa parceria com a ECA, já saíram importantes campanhas para a Associação. Segundo ele, "na Medicina, nós temos analgesia para tudo, até para o câncer, mas para a dor de um pai e de uma mãe quando perdem um filho em um acidente, ainda não". O diretor encerrou sua fala dizendo que os trabalhos apresentados certamente contribuirão para que haja uma maior prevenção de fatalidades.

 

 

Texto: Mariana Rosa
Fotos: Eduardo Peñuela