Animação de aluno do PPGMPA é premiada em festival na Áustria e na França

O aluno do Programa de Pós-graduação em Meios e Processos Audiovisuais (PPGMPA), Rodrigo Faustini, teve sua animação experimental selecionada para exibição no Festival Ars Eletronica, realizado em Linz, na Áustria. 

A animação Garoto transcodificado a partir de fosfeno foi um projeto realizado em pararelo com sua pesquisa de mestrado, sob orientação do professor Cristian Borges, do CTR. No ano passado, o filme ganhou o Prêmio Off-Limits, no Festival Internacional de Animação de Annecy. Este, inclusive, é o maior festival do gênero no mundo. 

Criador e diretor do filme, Rodrigo conta que a inspiração veio da glitch art e da abstração informe nas artes visuais, e também de filmes com imagens corroídas. Sua mais recente produção é uma aplicação de vários conceitos trabalhados em seus estudos de pós-graduação. 

“Minha pesquisa de mestrado, iniciada em 2016, se desdobrou a partir da análise crítica do uso de degradação de imagens fotográficas nos filmes de Bill Morrison e Jürgen Reble. Agora no doutorado, iniciado esse ano, a pesquisa está focada na utilização do ruído visual como recurso composicional no cinema”, comenta. 

No Brasil, Garoto transcodificado a partir de fosfeno foi exibido em 2018 no festival Animage de Pernambuco, na Mostra do Filme Livre e no Goiânia Mostra Curtas. Em 2019, teve espaço na programação do 30º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo (Kinoforum).

Em Linz, a animação será exibida na tela 8K do festival, o que representa um grande prestígio. O Festival Ars Eletronica acontece dos dias 5 a 9 de setembro. 

Imagem: Garoto transcodificado a partir de fosfeno, de Rodrigo Faustini.