Brasilina Passarelli e Eduardo Monteiro são eleitos para a Diretoria da ECA

Brasilina Passarelli, diretora eleita, é a atual vice-diretora da ECA. Eduardo Monteiro, vice-diretor eleito, é o atual diretor

 

Brasilina Passarelli e Eduardo Monteiro foram eleitos no dia 8 de janeiro, respectivamente, como diretora e vice-diretor da ECA para o período de 2021 a 2024. A chapa obteve a maioria absoluta dos votos exigida para sua eleição no primeiro turno.

Para disputar a eleição, a chapa – única a se candidatar para a direção da ECA – apresentou um programa de gestão para o mandato, que pode ser lido aqui.

Propostas

Em seu programa de gestão, Brasilina e Eduardo propõem a continuidade das ações em curso para ampliação e qualificação da infraestrutura da Escola, que deverá vir acompanhada da ampliação do quadro docente, da qualificação do quadro de servidores técnico-administrativos e do aperfeiçoamento dos mecanismos de gestão.

No âmbito acadêmico, a chapa propõe ações diversificadas para estimular a produção docente, como a qualificação dos periódicos científicos, o apoio às iniciativas artísticas e culturais, o fortalecimento de grupos e núcleos de pesquisa e o incentivo às cooperações nacionais e internacionais. Também defendem o estímulo à produção discente por meio de ações de permanência e inclusão, estímulo à pesquisa e o fortalecimento dos programas de pós-graduação.

A nova gestão ainda inclui entre as suas metas estreitar mais os laços com a sociedade por meio de parcerias com equipamentos culturais públicos e privados, museus, bibliotecas, universidades e o poder público em atividades de docência, pesquisa, cultura e extensão.

Perfis

Brasilina Passarelli é professora titular do Departamento de Informação e Cultura (CBD) e orientadora de mestrado, doutorado e supervisão de pós-doutorado no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação (PPGCOM). É vice-presidente da Agência USP de Gestão da Informação Acadêmica (AGUIA) e, desde janeiro de 2020, coordenadora na ECA da ISchools. É coordenadora científica do NACE – Núcleo de Apoio à Pesquisa sobre Novas Tecnologias de Comunicação Aplicadas à Educação – Escola do Futuro. Em 2018, presidiu a comissão responsável pela elaboração do Projeto Institucional Acadêmico da ECA.

Eduardo Monteiro é professor titular do Departamento de Música, onde desenvolve trabalho de formação com jovens pianistas. Na pós-graduação orienta pesquisas na área de interpretação pianística e música brasileira em geral. Como pianista, foi solista das principais orquestras do Brasil e de renomadas orquestras do exterior, incluindo as Filarmônicas de São Petersburgo, de Moscou, de Munique, de Bremen e a Orquestra de Câmara de Viena.


Brasilina Passarelli, diretora eleita da ECA, e Eduardo Monteiro, vice-diretor eleito. Fotos: Marcos Santos/Alain Betson

Realizada por meio de sistema eletrônico de votação e apuração, a eleição para Diretoria da ECA teve colégio eleitoral formado por todos os membros titulares da Congregação da ECA e dos Conselhos Departamentais.

Para mais informações, acesse a página de eleições da Assistência Acadêmica.