CJE lança documentário sobre Inezita Barroso

Na última quinta-feira, 21 de novembro, ocorreu o lançamento do documentário  Inezita Barroso: A voz e a viola, de direção do jornalista Guilherme Alpendre. O evento ocorreu no auditório István Jancsó da Biblioteca Brasiliana USP e contou com a presença da cantora, ícone da música caipira.

Inezita chegou ao auditório e conversou com seu biógrafo, Waldemar Jorge, com o diretor Guilherme Alpendre e demais presentes esbanjando muita simpatia para os seus 88 anos.

Já no auditório, demonstrou seu amor pela música e por São Paulo, sua terra. “São Paulo estava bem caída, não tinha música paulista. Aí conheci o Guilherme [Alpendre] e este aqui [aponta para Waldemar Jorge], ficamos muito amigos, e pensamos, ‘vamos fazer o quê?’. Vamos promover a cidade, contar como era. Eu me lembro muito bem, né, vivi esse tempo lindo de São Paulo lá no alto”, conta com orgulho.

Inezita também revelou que não tinha visto o filme ainda. “Espero alguma coisa de São Paulo”, resumiu suas expectativas.

Após uma pequena apresentação da obra, com agradecimentos aos colaboradores, Alpendre exibiu a película que contou com entrevistas de nomes como Paulo Vanzolini, Paulo Autran, Renato Consorte, Tônia Carrero, Ruth de Souza, Tinoco, Daniel, Tião do Carro, entre outros. O documentário conta com acervo de fotos e vídeos antigos de Inezita, bem como de trechos dos filmes que ela gravou com a Companhia Vera Cruz nos anos 1950, programas de televisão de que participou e também do seu programa Viola, minha viola, da TV Cultura, exibido até os dias de hoje.


Inezita Barroso

 

O filme terminou com aplausos da plateia e com Inezita dizendo que adorou a obra, e relembrou a importância da valorização da música e da cultura caipiras. “Sempre o caipira tinha que ter bicho de pé, doença, e não é nada disso, gente. Se fosse assim não teria mais ninguém por aqui. Eu sou apaixonada pelo interior de São Paulo, e do Brasil também”.

No encerramento do evento, Inezita ainda atendeu aos fãs, tirou fotos e distribuiu autógrafos. Cada um dos presentes recebeu de presente uma cópia em DVD do documentário, cuja produção também contou com a colaboração de alunos de jornalismo e audiovisual da ECA e da PUC-SP. A produção executiva é de Renato Levi, professor do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE). O conteúdo do DVD está disponível gratuitamente aqui.

Texto: Victor Francisco Ferreira
Fotos: Eduardo Peñuela