Corpo:

O Grupo de Pesquisas História do Audiovisual convida pós-graduandos, mestres, doutores e pós-doutorandos, com pesquisas sobre a relação entre cinema e história, para enviarem artigos e propostas de comunicações para o II Colóquio Internacional de Cinema e História, que será realizado entre os dias 5 e 8 de dezembro, na ECA.

Os trabalhos devem ser enviados entre os dias 15 de julho e 21 de agosto, exclusivamente pelo e-mail iicoloquiocinemahistoria@gmail.com. São esperados artigos que dialoguem com aspectos como a representação da história no cinema, as relações entre pesquisa histórica e análise fílmica e o uso de arquivos e acervos cinematográficos como ponto central de análise de períodos históricos. Mais informações sobre as regras para envios de propostas podem ser encontradas no site do grupo de pesquisa.

O Colóquio

Chegando a sua segunda edição, o evento tem como objetivo a promoção do debate sobre metodologias de estudo que combinem a análise estética de obras fílmicas com preocupações historiográficas, considerando o audiovisual em seu potencial como fonte para o conhecimento histórico. 

Entre os conferencistas já confirmados, encontram-se Anita Leandro, cineasta e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Charles Musser, docente da Universidade de Michigan e Mariano Mestman, da Universidade de Buenos Aires.

 

Corpo:

Até 19 de agosto, fica em cartaz, no Espaço BREU, a exposição I'll Be Your Mirror, que reúne cinco artistas, de diferentes idades e estágios na carreira, para discutir, por meio da arte, o que significa trazer a expressão-título para o contexto atual. Assim, as peças pretendem refletir a respeito dos "conflitos e tensões das relações entre o 'eu' e o 'você'" e questões como vida social, sexualidade e esfera política. 

Obra sem título, gravura em metal, 2017 - Lucas Naganuma

Serão apresentadas obras dos artistas Lucas Naganuma, Renan Marcondes e Vitor César, todos alunos do Departamento de Artes Plásticas (CAP), bem como de Rivane Neuenschwander e André Arçari. Segundo Leandro Muniz, curador da exposição e também aluno do CAP, I'll Be Your Mirror terá "uma variedade de linguagens, como gravura em metal, instalações e fotografias", de modo a entender como esses diversos meios "lidam com a experiência social que partilhamos".

Anfibiologia, 2017 - Vitor César

Ao longo da exposição, acontecerão, ainda, três eventos paralelos, que pretendem "criar diferentes perspectivas sobre as mediações da relação entre o eu e o você". São eles:

8 de julho | Palestra com o crítico Carlos Eduardo Riccioppo, sobre a obra do artista Leonilson

Data a confirmar | Conversa entre o curador e o artista Vitor César, sobre o trabalho do mesmo, em relação à discussão levantada pela exposição

19 de agosto | Encerramento e apresentação musical de Aryani Marciano, aluna do CAP, que acaba de formar uma banda de meninas negras não-héteros.

Serviço:

Data: Até 19 de agosto

Horário: quarta à sábado, das 15h às 20h

Local: Espaço BREU (Rua Barra Funda, 444, Barra Funda, São Paulo)

 

  

Corpo:

Pioneira nos estudos em arte-educação, a professora aposentada da ECA e ex-diretora do Museu de Arte Contemporânea (MAC) Ana Mae Barbosa, foi uma das contempladas do Prêmio Itaú Cultural, realizado em homenagem aos 30 anos da instituição, um braço de fomento à cultura no Brasil do banco de mesmo nome. Com o intuito de premiar pessoas e coletivos que atuaram de forma relevante na vida cultural do país nos últimos 30 anos, o Itaú Cultural promoveu uma cerimônia de premiação, que aconteceu no último dia 12 de junho, no Teatro do Ibirapuera. 

Ana Mae venceu na categoria Aprender, concedida à pessoas que promoveram, no período considerado, ações de educação além da escola formal no país, intervindo significativamente na cultura brasileira. Além dela, foram premiados ainda outros nove nomes: Mestre Meia-Noite (Gilson Santana), também na categoria Aprender; Lia Rodrigues e Véio (Cícero Alves dos Santos), na categoria Criar; Hermeto Pascoal e o grupo cênico Teatro de Vertigem, na categoria Experimentar; Eliane Sousa Silva e Niède Guidon, na categoria Inspirar e Davi Kopenawa e Sueli Carneiro, na categoria Mobilizar

Ana Mae Barbosa começou sua trajetória acadêmica com a graduação em Direito, porém, contra sua vontade, ingressou em um curso, ministrado por Paulo Freire, para prestar um concurso de professora primária. Neste, por influência do educador, acabou se encantando com a educação e entendendo que esta poderia ser uma prática libertadora. Daí em diante, tendo contato com a arte-educação, resolveu estudar o assunto mais profundamente, desenvolvendo mestrado na Universidade de Yale e doutorado na Universidade de Boston. 

Desenvolveu uma abordagem triangular para o ensino da arte, que considera uma atuação que une contextualização histórica, fazer artístico e a apreciação das obras de arte. À frente do MAC, entre 1987 e 1993, foi responsável por redefinir seu perfil elitista, obrigando as instituições museológicas a pensar na integração da comunidade. Hoje, acumula diversos prêmios e assina vários livros que são referência para a arte-educação contemporânea.

O Itaú Cultural produziu um folder digital com mais informações sobre os premiados, que pode ser encontrado aqui. Além disso, divulgou um vídeo feito com Ana Mae Barbosa, reproduzido abaixo:

 

 

 

Corpo:

A Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional (AUCANI) comunica a abertura da 2º edição de 2017 do USP iFriends, programa de recepção e ajuda fornecido a alunos intercambistas, com o intuito de estreitar as relações entre estes estrangeiros e a comunidade universitária.

Podem se inscrever no programa estudantes de qualquer curso de graduação, que ficarão responsáveis por auxiliar um ou mais intercambistas em processos como recepção no aeroporto, busca por moradia, legalização da estadia e atividades rotineiras que permitam uma integração cultural ao país e à Universidade. Além disso, após escolher o intercambista, o aluno USP já deve buscar contatá-lo, para auxiliar no período final de preparação para a viagem e chegada ao Brasil. Para esse semestre, são esperados aproximadamente 900 alunos estrangeiros.

As inscrições ficarão abertas até 11 de agosto, através do Sistema JúpiterWeb. Todas as dúvidas devem ser enviadas pelo e-mail ifriends@usp.br. 

 

 

 

Corpo:

A Sociedade Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJOR) abriu uma chamada de artigos para dois encontros que acontecem em novembro no Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE) da ECA: o 15º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo e o VII Encontro de Jovens Pesquisadores em Jornalismo (VII JPJor), que terão como tema principal os Direitos humanos e a pesquisa em jornalismo

Com este tema, a SBPJOR tem como objetivo reunir pesquisas que enfocam as formas como o jornalismo lida com o suporte – e as restrições – aos direitos inerentes aos seres humanos, que afetam diretamente a integridade, o valor e a qualidade de vida como um todo. Nesse contexto, os direitos à liberdade de opinião e de expressão estão tradicional e indissociavelmente ligados à prática e ao pensamento jornalístico.

A submissão de trabalhos segue até o dia 31 de julho. Os trabalhos selecionados serão divulgados no dia 1º de setembro.

As normas da chamada de trabalhos para a submissão, bem como os modelos de formatação e tutoriais para a submissão de trabalhos, estão disponíveis no site da SBPJOR.