Cultura, LGBT+ atualidade: conheça o cinema de Taiwan na nova mostra do CINUSP

A professora do CTR Cecilia Antakly de Mello é a curadora de Novos olhares sobre Taiwan, que prestigia produções recentes da cinematografia taiwanesa

Taiwan. Pequena ilha no continente asiático, marcada por uma tensão política com a China e poucas relações diplomáticas com o mundo. Mas não somente isso. Taiwan também é um dos expoentes do cinema mundial, com diretores de renome e filmes históricos. 

Essa riqueza cultural da pequena ilha, com população menor que a do estado de São Paulo, é tema da nova mostra do Cinusp, Novos olhares sobre Taiwan, que tem curadoria da professora Cecilia Antakly de Mello, do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão (CTR). 

A mostra busca trazer filmes recentes, com produções posteriores a 2000. É uma proposta diferentemente da mostra Mestres do Cinema de Taiwan, realizada no ano passado, com filmes majoritariamente dos anos 1980. “Novos Olhares traz uma seleção de filmes que podem ser descritos como filmes mais comerciais, no sentido de que têm formato mais convencional e que atraem um público maior do que o considerado cinema ‘de arte’ ”, comenta a docente. 

Esse cinema comercial e mais contemporâneo conversa diretamente com recentes acontecimentos na ilha: Taiwan foi o primeiro país asiático a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, agora em 2019. A maior liberdade de costumes e a mistura de diferentes culturas são características que se manifestam no cinema taiwanês e que serão exploradas pela mostra. 

Além disso, o novo espaço do CINUSP, no anfiteatro Camargo Guarnieri, também receberá um dos primeiros filmes em realidade virtual, realizado pelo diretor taiwanês Tsai Ming-liang para a empresa de tecnologia HTC. Será possível assistir à obra, que tem aproximadamente uma hora de duração, sob agendamento no site do Cinusp. 

O filme, chamado The Deserted, foi exibido em poucos lugares do mundo, incluindo a Bienal de Veneza e o museu de arte londrino Tate Modern. A exibição no Cinusp, portanto, é um grande marco para a Universidade. 

A mostra é uma chance de conhecer a rica cinematografia de Taiwan, que tem diretores reconhecidos no panorama internacional. Um deles é Ang Lee, responsável por dirigir o filme As aventuras de Pi e o recente Projeto Gemini, com Will Smith. “Chama atenção que um lugar tão pequeno tenha produzido uma cinematografia tão expressiva, tão premiada”, diz a professora do CTR. 

Novos olhares sobre Taiwan se inicia no dia 30 de setembro, com um coquetel de abertura na nova sala do CINUSP. A antiga sala, no entanto, também será utilizada para exibição de alguns filmes. Mais detalhes sobre a programação podem ser vistos no site do cinema.