Corpo:

A Direção da ECA recebe até o dia 24 de janeiro inscrições para o processo seletivo para a contratação de professor temporário, com jornada de 12h semanais, junto ao Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo (CRP).

 

Edital Nº 01/2018/ECA refere-se à contratação de um docente temporário para ministrar as disciplinas CRP-0385: Teoria das Organizações e CRP-0388: Identidade Corporativa e Cultura Organizacional.

 

As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, por meio de requerimento dirigido ao diretor da ECA e acompanhado de documento de identificação (RG, RNE ou passaporte), CPF (para candidatos brasileiros) e prova de que o candidato é portador do titulo de Doutor ou Mestre, outorgado ou reconhecido pela USP ou de validade nacional.

 

O processo de seleção será composto por Prova Escrita (peso 2) e Prova Didática (peso 3). A contratação será por prazo determinado e entra em vigor a partir da data do exercício até 31 de dezembro de 2018, com possibilidade de prorrogações, desde que a soma dos períodos não ultrapasse o prazo de dois anos.

Corpo:

A edição número 68 da Revista do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) homenageia Sábato Magaldi (1927-2016), que foi docente da disciplina de História do Teatro na Escola de Arte Dramática (EAD) e ministrou aulas sobre teatro brasileiro no Departamento de Artes Cênicas (CAC). A publicação traz um breve dossiê com o perfil do intelectual, seguido de uma entrevista com a escritora Edla van Steen, esposa de Magaldi, e uma reprodução de uma carta de Mário de Andrade endereçada ao crítico e professor, redigida em 1944.

Nascido em Belo Horizonte, mudou-se para São Paulo na década de 1950 onde foi responsável pela seção teatral do Suplemento Literário do jornal O Estado de São Paulo e comentarista de teatro do Jornal da Tarde desde a sua criação, em 1966. Em 1983, defende sua livre-docência na ECA com a tese Nelson Rodrigues: Dramaturgia e Encenações. Magaldi publicou mais de 20 livros, entre eles, Depois do espetáculo, Amor ao Teatro: Sábato Magaldi e Panorama do Teatro Brasileiro, sendo responsável por organizar as obras de Nelson Rodrigues, de quem era amigo pessoal. Em 1994, o crítico foi eleito para ocupar a cadeira número 24 da Academia Brasileira de Letras, que já fora ocupada por Manuel Bandeira.


Nova edição da revista do IEB traz dossiê sobre o crítico de teatro e professor da ECA Sábato Magaldi, falecido em 2016. Foto: Mauro Bellesa/IEA

A Revista do IEB homenageia o docente com um dossiê que aborda a carreira de Sábato Magaldi. Em artigo intitulado Sábato Magaldi Vivo, João Roberto Faria, docente da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) e Marcos Antônio de Moraes, do IEB, discorrem acerca dos trabalhos e da importância do trabalho do crítico para o teatro brasileiro. “Consciencioso, [Sábato Magaldi] construiu uma obra crítica indispensável, que se lê com prazer, pois escrita com clareza e conhecimento profundo do teatro universal e brasileiro", escrevem os docentes. "Além do preparo intelectual, outra característica de Sábato pode ser lembrada: a honestidade com que desempenhou seu papel de crítico teatral”, conclui o artigo.

Em seguida, tem-se o texto Sábato por Edla, por Edla van Steen, viúva de Sábato e responsável por compilar diversos escritos que o autor publicava em jornais e transformá-los em livros. Em entrevista para Faria e Moraes, ela fala sobre o início no jornalismo, seus trabalhos e críticas, e ainda sobre a contribuição do professor para o teatro brasileiro. Por fim, em Mário, Sábato, o docente Marco Antonio de Moraes discorre sobre a relação de amizade entre Sábato Magaldi e o escritor Mário de Andrade. Ao final do texto, é reproduzida uma carta que o modernista enviou ao crítico em 1944.

A edição também conta com artigos sobre a obra artística de Tom Zé nos anos 1970, um estudo sobre o escritor João Cabral de Melo Neto e a poeta norte-americana Marianne Moore, um artigo sobre os dilemas do modernismo brasileiro a partir do estudo de cartas escritas por Carlos Drummond de Andrade, Mário de Andrade e Manuel Bandeira nos anos de 1920, e resenhas sobre obras de Lima Barreto e Graciliano Ramos, entre outros.

A edição pode ser lida integralmente no Portal de Revistas da USP.

Corpo:

Das 9h do dia 29 de janeiro até às 17h do dia 2 de fevereiro, estarão abertas as inscrições para alunos especiais nos programas de pós-graduação da ECA em Artes Cênicas (8 disciplinas), Artes Visuais (5 disciplinas), Ciência da Informação (6 disciplinas), Ciências da Comunicação (15 disciplinas), Meios e Processos Audiovisuais (7 disciplinas) e Música (15 disciplinas) para o primeiro semestre de 2018. As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, por meio de formulário disponível no site do Serviço de Pós-graduação da ECA.

Para participar do processo seletivo, é necessário que o candidato tenha diploma de graduação ou certificado de conclusão em qualquer área do conhecimento, obtido em instituições de ensino superior, nacionais ou estrangeiras. O candidato só poderá se inscrever em uma disciplina: caso faça duas ou mais inscrições, todas serão canceladas. A seleção será realizada por docente responsável pela disciplina a partir da análise do currículo lattes do interessado e carta de intenção.  No dia 7 de fevereiro, após as 14h, será publicada a lista completa de inscritos e, no dia 19, será divulgada no site do Serviço de Pós-graduação a lista dos alunos aprovados. As aulas terão início na semana do dia 12 de março.

Os alunos especiais são aqueles matriculados apenas em disciplinas isoladas, sem vínculo com um programa de pós-graduação da USP. Têm direito a um certificado de aprovação na disciplina que cursou, expedido pela Comissão de Pós-graduação e, caso venham a ingressar como aluno regular em Programa de Pós-graduação da USP, poderão, a critério do orientador, solicitar o aproveitamento dos créditos.

A relação das disciplinas com vagas para aluno especial no primeiro semestre de 2018 estão disponíveis no site do Serviço de Pós-Graduação da ECA. Para mais informações, acesse o edital do processo seletivo. 

 

Corpo:

As secretarias de departamento, serviços, biblioteca e sala pró-aluno da ECA terão seu horário de atendimento ao público alterado durante o período de férias. Veja abaixo o que muda:

Serviço de graduação
Até o dia 31 de janeiro, o atendimento ao público será realizado de segunda a sexta-feira, das 10h às 13h e das 18h às 20h

Serviço de Pós-graduação 
Até o dia 3 de março, o atendimento ao público será realizado de segunda a sexta-feira, das 14h às 16h

Sala Pró-Aluno 
Até o dia 23 de fevereiro, o atendimento ao público será realizado de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h

Biblioteca 
Durante o período de férias e recesso escolar, o atendimento ao público será realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h

Secretaria do Departamento de Artes Cênicas (CAC)
Atendimento ao público: de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h

Secretaria do Departamento de Artes Plásticas (CAP)
Atendimento ao público: de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h

Secretaria do Departamento de Informação e Cultura (CBD)
Atendimento ao público: de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h

Secretaria do Departamento de Comunicações e Artes (CCA)
Atendimento ao público: de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h

Secretaria do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE)
Atendimento ao público: de segunda a sexta, das 8h às 17h

Secretaria do Departamento de Música (CMU)
Atendimento ao público: de segunda a sexta, das 9h às 11h30 e das 14h às 16h30

Secretaria do Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo (CRP) 
Atendimento ao público: de segunda a sexta-feira, das 10h às 11h30 e das 18h às 19h30

Secretaria do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão (CTR)
Atendimento ao público: de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h30

Corpo:

A edição número 48 da Revista Significação, periódico do Programa de Pós-Graduação em Meios e Processos Audiovisuais, já está disponível para a leitura no Portal de Revistas da USP. O periódico divulga semestralmente artigos e resenhas nas áreas de cinema, rádio, televisão e mídias digitais, e tem como editores os professores Eduardo Morettin, do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão (CTR) e Irene Machado, do Departamento de Comunicações e Artes (CCA). 

O novo volume faz um resgate da teoria semiótica proposta pelo linguista lituano Algirdas Julien Greimas, "cujo modelo conceitual permanece aplicável a uma infinidade de objetos do nosso cotidiano mesmo tendo sido formulada há mais de meio século", escrevem na apresentação as pesquisadoras Irene Machado e Jaqueline Esther Schiavoni, do Grupo de Estudos Audiovisuais da Universidade Estadual Paulista (UNESP). "É nessa linha que lançamos este dossiê e oferecemos ao leitor um conjunto de textos que podem ajudá-lo a ver o arcabouço teórico da semiótica greimasiana aplicada a uma diversidade de objetos audiovisuais – concebidos para o cinema, a televisão, a internet", explicam as editoras.

Assim, o periódico conta com seis ensaios que abordam, a partir dos estudos de Greimas, a questão da semiótica e sua contribuição para pesquisa no campo da ficção televisiva, hipóteses de entendimento de questões do jornalismo político e da ficção televisiva seriada. Entre os ensaios, Modalizações do fazer no episódio Hino Nacional, sobre o seriado Black Mirror, de Conrado Moreira Mendes, visa entender como funciona as relações intersubjetivas presentes no seriado e mostrar como a semiótica greimasiana apresenta-se como um meio de análise de textos audiovisuais.


Nova edição da Revista Significação traz dossiê especial  100 anos de Greimas: Perspectivas no Audiovisual. Foto: Reprodução 

Completam a edição cinco artigos, três resenhas e a tradução do texto A historicidade do cinema, do filósofo Jacques Rancière.

A edição pode ser lida integralmente no Portal de Revistas da USP.