Doutorando tem composição selecionada para festival internacional de música

Caracterizada por improvisação e processamento digital, obra é resultado de aulas no PPGMUS 

 

Silas Palermo, pianista, compositor e doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Música (PPGMUS) teve uma obra selecionada para a edição 2020 do Festival de Música Eletroacústica da Cidade de Nova Iorque (NYCEMF 2020). O evento anual é coordenado por professores do Queens College e da Universidade de Nova Iorque e busca divulgar o que há de mais recente e inovador no mundo da música eletroacústica, trazendo composições inéditas do gênero. 

Com o título em francês Trompe L'Oreille (Engana o Ouvido, em tradução livre), a peça não possui uma partitura composta previamente. A música é elaborada no mesmo momento de sua execução. Sua sonoridade peculiar foi obtida por meio de uma técnica inusitada: em vez de acionar as teclas do piano, o artista tocou diretamente nas cordas do instrumento, processando em seguida esses sons no computador. 

 

Representação gráfica dos sons processados em computador

Representação gráfica dos sons processados no computador. Imagem: Youtube/ Canal Silas Palermo. 

 

Palermo conta que a obra é resultado das atividades que vem desempenhando no PPGMUS. “Primeiro, as aulas com o professor Rogério Moraes sobre livre-improvisação; em seguida, com o meu orientador, professor Rodolfo Coelho, em Sonologia, explanando sobre a percepção da imagem sonora versus a imagem visual da fonte sonora e como somos 'enganados' ou divergimos nas conclusões. Assim, a peça em questão tem o apelo gestual, improvisatório, e o trabalho computacional posterior.”

A pandemia de covid-19 impediu a apresentação de Palermo em Nova Iorque, assim como as demais atividades presenciais do festival, que foram reprogramadas para a próxima edição, em 2021. No entanto, o festival disponibilizou em seu site o catálogo da programação, o Program Book, que contém notas sobre a música e a biografia do autor. 

Trompe L'Oreille já está disponível no canal do doutorando no Youtube. Para conferir a música, clique aqui.