ECA participa de debate sobre Estrutura de Poder e Governança na USP

A Congregação da ECA, recebeu no dia 14 de agosto, em reunião extraordinária, o professor Sérgio França Adorno de Abreu, diretor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), e representante da área de humanidades na CAECO - Comissão Assessora Especial do CO, que participou do debate sobre  a estrutura de poder e governança na USP.


Professores Eduardo Monteiro, Margarida Kunsch e Sérgio Adorno.

Para o professor Adorno  “A ideia é de mobilizar a maior parte dos corpos diretivos da Universidade, [que são] professores, alunos e funcionários, nas suas diferentes formas de organização: nas unidades, nos departamentos, nos colegiados, nas comissões. Seriam fóruns de três segmentos, reuniões abertas e não deliberativas do Conselho, promoção de seminários e debates nos campi, divulgação de documentos e propostas relativas ao tema, e a transmissão das sessões do Conselho Universitário pelo IPTV sendo que em pauta esteja a discussão dos Estatutos”.

 “Eu entendo que a missão desta Comissão é atribuída pelo Conselho Universitário  (CO) para organizar os Estatutos. Atuar como mediador de conflitos seria usurpar essa missão que o CO nos deu.  Os funcionários queriam que a Comissão fizesse isso e nós não temos autorização para tal. Como a professora Esther Hamburger (do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão), colocou, a crise tem um lado positivo: ela nos ensina, também, como supera-la. Claro, tudo isso vai ser muito inspirador para a reforma dos Estatutos. Eu acho, particularmente, que um dos temas que USP vai ter que enfrentar é a questão da contability. Quer dizer, a responsabilização dos dirigentes. Essa questão é fundamental, esta na ordem do dia. Não é só a responsabilização no sentido moral, mas a responsabilidade pelos compromissos assumidos, como eles foram realizados, por que não foram realizados”.