ECA recebe a visita do reitor da USP

Nesta terça-feira, dia 16 de outubro, a ECA recebeu a visita do reitor da USP, Vahan Agopyan. O dirigente participou de uma reunião, realizada na Sala da Congregação, com o diretor da ECA, Eduardo Monteiro, e a sua vice-diretora, Brasilina Passarelli, além de chefes e representantes dos oito departamentos da unidade, presidentes de comissões e as assistentes de direção da ECA. O objetivo do encontro foi ouvir as demandas da unidade para o ensino, pesquisa, cultura e extensão.

Na abertura, Eduardo Monteiro ressaltou a diversidade como sendo a grande marca da Escola, destacando a atuação reconhecida do corpo docente e discente da unidade nos campos das comunicações, da cultura e das artes.

A ECA possui hoje 14 cursos regulares de graduação e pós-graduação, entre bacharelados e licenciaturas, seis cursos de mestrado acadêmico, seis de doutorado e um mestrado profissional. São pouco mais de dois mil alunos de graduação e mil alunos de especialização e pós-graduação, além de 185 docentes, 10 orientadores de arte dramática e 193 funcionários, distribuídos em um espaço físico de pouco mais de 26 mil metros quadrados.


À esquerda, Vahan Agopyan, reitor da USP, e o diretor da ECA, Eduardo Monteiro (direita)

O diretor da ECA apontou ao reitor as demandas mais urgentes para a manutenção e expansão da unidade nos próximos anos: a contratação de novos docentes e servidores técnico-administrativos, a requalificação e ampliação de salas de aula e laboratórios didáticos e a renovação de equipamentos de hardware e software.

Entre as demandas dos Departamentos da ECA, é unânime a necessidade de contratação de novos professores para a reposição de vagas de aposentadoria. Em resposta, o reitor da USP disse que, a situação financeira da USP ainda não permite muitas contratações em um curto prazo e que será preciso aguardar sinais de recuperação da economia brasileira nos próximos anos. Sugeriu ainda que sejam pensados projetos para melhor aproveitar a participação de pós-doutorandos em atividades didáticas.

Outras demandas incluem a construção de um segundo andar para o Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo (CRP), a reforma de laboratórios didáticos do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE), a renovação dos equipamentos do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão (CTR), a reforma de salas de estudo do Departamento de Música, garantindo o adequado isolamento acústico, e novas salas de aula para o Departamento de Informação e Cultura (CBD) e o Departamento de Comunicações e Artes (CCA).


Reunião com o dirigente teve a participação de chefes e representantes de todos os Departamento da ECA e presidentes de comissões de graduação, pós-graduação, pesquisa, cultura e extensão e relações internacionais

Para a requalificação dos espaços físicos, dois projetos atualmente em desenvolvimento na ECA foram mencionados ao reitor: o projeto CRIATECA, que visa a revitalização dos espaços de convivência e cria estações de coworking para empresas juniores, entidades estudantis e projetos de extensão liderados por alunos da Escola, além de um novo auditório e um laboratório multimídia para os cursos de comunicações; e a reforma do Espaço das Artes para receber o Departamento de Artes Plásticas da ECA, cujo prédio atual será redistribuído após a mudança entre os Departamentos de Música, Artes Cênicas e a Escola de Arte Dramática.

Quanto à infraestrutura, Agopyan disse que “é preciso começar a fazer”, ressaltando que o gabinete do reitor não dispõe de recursos próprios e que demandas desta natureza devem ser encaminhadas para parecer da Comissão de Orçamento e Patrimônio (COP) e posterior aprovação junto ao Conselho Universitário, orgão deliberativo máximo da Universidade. O reitor também elogiou as iniciativas dos Departamentos da ECA, ligadas à obtenção de apoio de agências de fomento e cursos de especialização para o desenvolvimento de suas atividades acadêmicas.

Ao final, Agopyan agradeceu a presença de todos e incentivou os docentes da ECA a pensar em pesquisas e ações de inovação, colocando-se à disposição para retornar à Escola e participar de um novo encontro.

 

Texto e fotos: Verônica Cristo