Escola de moda é lançada em Paraisópolis com apoio da ECA

Na última terça-feira, dia 13 de março, aconteceu o lançamento do projeto de criação da Universidade Periferia Inventando Moda (UniPIM). O PIM é um projeto social que existe em Paraisópolis desde 2014, idealizado pelo estilista Alex Santos, e que oferece workshops de fotografia, modelo e maquiador para as pessoas da comunidade, além de promover desfiles e editorais de moda. Agora, em parceria com a ECA e com a Associação Brasileira de Estudos e Pesquisa em Moda (Abepem), o PIM quer criar uma escola de moda e de beleza para Paraisópolis.

Clotilde Perez, professora do Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo (CRP), é coordenadora pedagógica da UniPIM e conta como conheceu o projeto: “no ano passado a gente fez a Revirada Cultural – evento do CRP organizado por professores, alunos e funcionários e uma aluna sugeriu que a gente fizesse o encerramento com um desfile". Durante o evento, a docente conheceu Alex Santos e o gestor do projeto, Nilson Mariano. “As demandas são inúmeras, mas o sonho deles é criar uma escola de moda em Paraisópolis.”


Desfile do PIM no encerramento da Revirada Cultural 2017. Foto: Divulgação/CRP

A UniPIM, lançada no CEU Paraisópolis, está sendo organizada com dois conselhos: um acadêmico, composto por coordenadores de diversos cursos de moda de São Paulo, e um consultivo, formado por empresas e jornalistas de moda e beleza. Clotilde conta que a estratégia foi lançar a ideia de uma escola de moda, a fim de conseguir apoio para tirá-la do papel.


Clotilde Perez no lançamento da UniPIM

“O que eu vi foi uma oportunidade extraordinária para a USP se aproximar de uma comunidade que está organizada e que tem interesse em se aproximar pela via da educação”, declarou Clotilde. A proposta já começa a ser concretizada com cursos de difusão, com emissão de certificados pela USP, e cujos temas os próprios participantes do PIM escolheram. A primeira oficina será ministrada pela própria Clotilde, no dia 24 de março, sobre semiótica da marca. 

Próximos passos

A UniPIM está se concretizando aos poucos. O próximo passo é definir se vai ser uma escola livre ou uma graduação tecnológica. “Esse é o meu papel e o da Kathia”, afirma Clotilde, se referindo a presidente da Abepem, Kathia Castilho. “Quero saber se existe alguma chance de a gente abrir uma graduação tecnológica certificada pela USP. Se houver algum caminho, será extraordinário.”


O lançamento da UniPIM aconteceu no auditório do CEU Paraisópolis

Texto: Mirella Coelho
Fotos: JBFotografia