Fábio Cintra integra Programa de Professor Sênior para desenvolver projetos interdisciplinares no CMU e no CAC

A Congregação da ECA aprovou no último dia 27 de junho a participação de Fábio Cardozo de Mello Cintra no Programa de Professor Sênior da USP. Em seu plano de atividades de ensino, pesquisa, cultura e extensão, o docente inclui atividades tanto no Departamento de Música (CMU) quanto no Departamento de Artes Cênicas (CAC), com o objetivo de dar prosseguimento em pesquisas já iniciadas em campo interdisciplinar que reúne a música e as artes cênicas.

Dentre as atividades propostas estão a criação de dois laboratórios, um na área de criação sonora e composição para as artes cênicas e outro para estudo e pesquisa em musicalidade e performance cênica; a criação de uma disciplina específica para o estudo e formação na área de dramaturgia e composição sonora para as artes cênicas, trabalho que já vem sendo desenvolvido há dois semestres nas disciplinas Estudos Especiais I e II; desenvolver trabalhos de orientação e ensino junto ao Programa de Pós-graduação e Artes Cênicas; e coordenação de pesquisa na área de música e artes cênicas no Laboratório de Informação e Memória do CAC, tendo como foco a documentação da produção musical no teatro paulista a partir da década de 1950.


Fábio Cintra irá desenvolver estudos sobre a produção musical no teatro paulista. Foto: Facebook

Fábio Cintra realizou seus estudos de graduação e pós-graduação na ECA: é formado em música, possui mestrado em Artes e doutorado em Artes Cênicas. É coordenador do Grupo de Estudos de Dramaturgia Sonora e do Laboratório de Estudo e Pesquisa sobre Ator e Musicalidade. Desenvolve pesquisas nas áreas de regência coral, educação musical, composição, arranjo e canto, sendo especialista em criação musical e sonora para as artes cênicas e na formação musical do profissional de teatro.

A Congregação aprovou na mesma reunião a renovação de três professores seniores: Waldomiro de Castro Santos Vergueiro e Regina Keiko Obata, ambos do Departamento de Informação e Cultura, e Heloiza Helena Matos e Nobre, do Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo (CRP).