Filme dirigido por ex-alunos da ECA acaba de estrear nos cinemas

Elogiado suspense “Dente por Dente” está em cartaz com Juliano Cazaré, Paolla Oliveira e Renata Sorrah no elenco

 

Elogiado pela crítica e exibido no ano passado na 44ª Mostra de Cinema Internacional de São Paulo, o thriller de suspense Dente Por Dente acaba de estrear nos cinemas de todo o Brasil. Dirigido por Júlio Taubkin e Pedro Arantes, egressos do curso de Audiovisual da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, o filme gira em torno de Ademar (Juliano Cazaré), sócio de uma empresa de segurança particular que presta serviço para uma grande construtora de São Paulo. 

No enredo, o protagonista investiga o desaparecimento de seu sócio Teixeira (Paulo Tiefenthaler) e, ao lado da mulher dele, Joana (Paolla Oiveira), descobre que o amigo estava envolvido em um esquema criminoso. Com 85 minutos de duração, o longa mostra a incansável busca de Ademar pela verdade, marcada por sonhos premonitórios assustadores. Ainda no elenco, Renata Sorrah e Aderbal Freire Filho.

O filme é uma produção da Massa Real, criada pelos diretores – antes mesmo de se formarem na USP em 2009 – e por Arthur Warren (roteirista) e Angelo Ravazi (um dos produtores), também egressos do curso de Audiovisual. Segundo os diretores, o objetivo da produtora era desenvolver alguns projetos autorais. “Desses projetos, um deles era o Dente por Dente, na época um curta-metragem realizado como um exercício nessa estética de film noir e de detetive”, informa Arantes. 

 

Cena do filme Dente por DenteDa esquerda para a direita: Juliano Cazarré, Paolla Oliveira e Aderbal Freire Filho em cena de Dente por Dente. Filme aborda a questão da violência social e a gentrificação nas metrópoles. Foto: Divulgação. 

 

Formação ecana

Segundo Arantes, a ECA foi importante para a formação e a entrada no mercado cinematográfico dos dois diretores. “Somos típicos estudantes de cinema, preocupados em entender o mercado, a crítica, o cenário da cinefilia em geral, e sempre nos perguntando onde nosso trabalho entra no meio disso. É preciso entender que a profissão de uma pessoa que trabalha com arte, entretenimento e cultura é mais do que simplesmente a técnica, o saber fazer, e que o trabalho faz parte de um contexto maior, social, político e econômico em que ele se enquadra. Essa visão geral e crítica sobre o mercado, aliada a uma forte ênfase em técnica, foi a grande qualidade de estudar Audiovisual na ECA”, conclui.

Confira o trailer do longa no Youtube. 

 

Com informações do Jornal da USP