Graciliano Ramos é tema de livro de professor do CJE

O professor Thiago Mio Salla, do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE), acaba de lançar o livro Graciliano Ramos e a Cultura Política: Mediação Editorial e Construção do Sentido, publicado pela EDUSP.

O livro é resultado da tese do primeiro doutorado do autor, defendida na ECA em 2010, e apresenta uma proposta interdisciplinar que une comunicação, literatura e história. Desde então, o autor explica que a obra passou por um processo de amadurecimento tanto no texto quanto no projeto gráfico. 

Salla analisa o conjunto de crônicas publicadas por Graciliano Ramos entre os anos de 1942 e 1944 na revista Cultura Política: Revista Mensal de Estudos Brasileiros, o principal veículo de doutrinação ideológica do Estado Novo. O autor pretende levantar como esse suporte comunicativo específico "estabelecia uma orientação" para que os textos do escritor alagoano fossem entendidos sob a ótica do regime, mesmo tendo ele uma visão política de esquerda.

Em seguida, o professor analisa os demais suportes comunicativos nos quais esse mesmo conjunto de crônicas foram republicados: uma revista comunista, no ano de 1946, e posteriormente, em formato de livro. Assim, pretende entender como o texto dialoga com cada veículo e cada discurso cultural e como esse fato influencia na construção do sentido.

O livro tem 584 páginas e pode ser adquirido no site da EDUSP.