Grupo de pesquisa da ECA faz parceria com Universidade de Lyon

O Centro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura e Comunicação (CELACC) realizou uma parceria com a Universidade de Lyon, da França. O convênio estabelece que os alunos da especialização (lato sensu) em Gestão de Projetos Culturais realizarão, de outubro de 2017 a maio de 2018, projetos culturais e artísticos em conjunto com os estudantes da GACO Arts, da universidade francesa. 

A parceria se deu a partir do contato de uma representante de relações internacionais da Universidade de Lyon, Fatima Ferreiro, e da diretora da GACO Arts, Melanie Balp, em outubro de 2016. Em julho deste ano, João Roquer, representante do CELACC, foi à França para ajustar os últimos detalhes da parceria entre o grupo e a universidade. “Essas parcerias são fundamentais para a sobrevivência e renovação crítica do núcleo de pesquisa. Elas possibilitam a criação de oportunidades para o grupo de pesquisadores associados, como mobilidade, participação em congressos e publicação”, explica Roquer.

Os projetos, desenvolvidos por grupos mistos entre brasileiros e franceses, serão avaliados por uma banca internacional e terão que escolher entre dois assuntos: promover a cultura francesa no Brasil ou promover a cultura brasileira na França, refletindo sobre a diversidade cultural no país, tanto no âmbito da cultura erudita, assim como da cultura popular. Alguns dos grupos selecionados poderão participar do campus création, concursos francês de empreendedorismo para estudantes.

O CELACC é um grupo de pesquisa criado em 1996 pela professora Maria Nazareth Ferreira e é coordenado atualmente por Dennis de Oliveira, docente do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE). Tem como objetivo promover de pesquisas, cursos, seminários, consultorias e outras atividades acadêmicas nas linhas de comunicação e cultura na América Latina e processos de produção, circulação e fruição de bens culturais no continente; além de editar publicações e criar um acervo documental sobre cultura brasileira e latinoamericana. Possui parcerias com outras universidades como, por exemplo, a Universidad Mayor de San Andrés (UMSA), da Bolívia, a Universidad Nacional de San Martín, da Argentina, e a Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM), do México, entre outras.