Informes das reuniões da Direção da ECA com a Reitoria e com a Superintendência de Espaço Físico da USP (SEF)

Nas reuniões ocorridas, em 3/1, com a Reitoria, e no dia 4/1/17 com a SEF, a Direção da ECA manifestou sua grande preocupação referente à instalação de grades no entorno do prédio da Reitoria e de parte dos espaços da ECA-USP, o que gerou dificuldades na livre circulação e acesso de sua comunidade ao prédio central da Escola.

Segundo a Reitoria tal decisão foi para resolver a questão de segurança do espaço externo entre os acessos dos prédios da Reitoria e o da ECA, de forma a evitar a exploração comercial e ilegal de vendas no referido local por parte de ambulantes externos, que livremente ali se instalavam, e também para coibir o comércio de drogas. Também foi mencionado que o local tem sofrido constantes assaltos, furtos, agressões e que no passado recente este espaço foi palco de assassinato de um médico. O Ministério Público tem acionado a Universidade sobre tais irregularidades, as quais vêm sendo cometidas no campus, uma vez que cabe à Universidade zelar pela segurança e pela vida das pessoas, bem como preservar o espaço público que está sob sua responsabilidade.

A Direção da Escola  alertou a Reitoria e aos seus órgãos competentes que a limitação do acesso para a área externa que leva ao espaço de convivência é muito reduzida pela grande confluência de públicos que circula diariamente no período diurno e noturno neste local, e há a necessidade de assegurar a circulação das pessoas com segurança.

Neste sentido solicitou que seja instalado com urgência um portão para pedestre na lateral do prédio da ECA, na direção do Departamento de Jornalismo e Editoração para acesso ao espaço de convivência. 

Neste momento o acesso da comunidade da ECA ao espaço de convivência será feito pela entrada do prédio central com saída para a área externa (atrás do prédio central da Escola).

Foi também assegurado, tanto por parte da Reitoria quanto da SEF, que as instalações  hoje ocupadas  pelas entidades estudantis Centro Acadêmico Lupe Cotrim (CALC) e Associação Atlética Lupe Cotrim (ECAtlética) serão preservadas. E segundo a Reitoria, no momento oportuno, esses espaços devem passar por uma revitalização.

Na ocasião a Diretora solicitou o envio do projeto da Reitoria para conhecimento e manifestação da Escola. Também reivindicou à Reitoria e à SEF  que a elaboração do provável  projeto de revitalização do espaço físico, onde estão instaladas as entidades estudantis: CALC e ECAtlética, bem  como a área  externa do espaço de convivência deve ser realizado conjuntamente  entre a Escola de Comunicações e Artes, a Superintendência do Espaço Físico e a  Prefeitura da Cidade Universitária, de forma que venha a atender as necessidades da comunidade da ECA.

Por fim, a Direção manifesta que assim que tomou conhecimento das ações promovidas pela Reitoria, entrou em contato com os órgãos competentes na busca de informações sobre suas motivações, de forma que está atenta para os desdobramentos e que atua em defesa dos interesses desta Escola. O momento exige seriedade e responsabilidade.

 

São Paulo, 5 de janeiro de 2017

 

Diretoria da ECA-USP