Inscrições abertas para bolsas de iniciação científica e tecnológica

Iniciação científica é a porta de entrada para o mundo da pesquisa; programas de bolsas atendem estudantes da graduação e do Ensino Médio

 

Até o dia 22 de maio, às 12h, estarão abertas as inscrições para os programas de bolsas de iniciação científica com financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). São três programas:

 

  • Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC);
  • Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI);
  • Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio (PIBIC-EM). 

 

Podem ser inscritos projetos de alunos de graduação e do Ensino Médio (esses últimos somente na modalidade PIBIC-EM).

A iniciação científica (IC) é uma ótima oportunidade para aqueles que desejam seguir a carreira acadêmica ou, simplesmente, se aprofundar em algum tema de interesse. As bolsas têm um papel muito importante, pois ajudam o aluno a arcar com seus custos de vida enquanto se dedica exclusivamente à pesquisa. 

Elaborar um projeto e realizar a pesquisa propriamente dita pode ser algo desafiador, especialmente para os estudantes que nunca tiveram contato com esse tipo de atividade. Para isso, eles contam com o auxílio de um professor orientador, que também fica responsável pela inscrição do projeto. Da procura por um docente à apresentação do trabalho no Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP (SIICUSP), este infográfico do Jornal da USP oferece um passo-a-passo bem didático.

É importante ressaltar que nem sempre os projetos precisam seguir os formatos tradicionais da pesquisa acadêmica. Alunos da ECA são conhecidos por inovar no formato de suas ICs, como mostra essa reportagem.

Para terem seu projeto inscrito, os candidatos não devem possuir vínculo empregatício. Eles também não podem acumular bolsas, com exceção daquelas concedidas pela Superintendência de Assistência Social (SAS). Todos os programas têm duração de 12 meses. 

Para acessar os editais e outras informações sobre os programas de bolsas, clique aqui. Você também pode conferir mais informações sobre a iniciação científica com e sem bolsa nesta matéria

aluno da ECA apresenta trabalho durante simpósio internacional de iniciação científicaGabriel Guimarães Garcia, aluno do curso de Educomunicação, apresenta trabalho durante a primeira etapa do SIICUSP 2019. Foto: Nataly Camargo

 

Seis estudantes da ECA tiveram destaque na última edição do SIICUSP

 

Realizado anualmente, o Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP (SIICUSP) divulga os resultados das pesquisas de estudantes da graduação da USP e de outras instituições brasileiras, realizadas no âmbito de iniciações científicas e tecnológicas. 

O SIICUSP tem duas etapas: a primeira acontece nas unidades de ensino, com sessões de apresentação e exposição de pôsteres dos trabalhos. Os alunos de ensino médio que recebem bolsas do PIBIC-EM participam dessa fase.

Já o segundo momento do simpósio, chamado de Etapa Internacional, reúne os trabalhos de estudantes de graduação que receberam destaque na primeira fase. No ano passado, seis projetos de estudantes da ECA foram selecionados para a Etapa Internacional. Confira a matéria publicada na época