Inscrições abertas para Encontro Brasileiro de Ciências Cognitivas

Afinal, o que é a consciência? Ela é um conjunto de estímulos químicos e elétricos que ocorre no cérebro ou é um componente mais fundamental da realidade? A teoria da complexidade e da emergência de ordem a partir das interações caóticas que interessam físicos e matemáticos pode ser uma pista? Quais os dilemas éticos envolvidos na ação autônoma de robôs e bots (robôs virtuais que atuam na cibercultura), e que começam a substituir o trabalho humano e a interagir socialmente de forma a influenciar inclusive a formação da opinião pública nas redes sociais da internet? A democracia tradicional está preparada para isso? Como a inteligência artificial está mudando as comunicações e as artes a partir de uma nova configuração da cognição humana?

Esta e muitas outras questões representam a base das pesquisas que os palestrantes selecionados na edição de 2017 do Encontro Brasileiro Internacional de Ciências Cognitivas (EBICC) pretendem elucidar. O evento, realizado bianualmente pela Sociedade Brasileira de Ciências Cognitivas (SBCC), ocorre, este ano, na ECA e na Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, entre os dias 30 de outubro e 1º de novembro. Os interessados em participar do evento têm até o dia 28 de outubro para fazer a sua inscrição.

Participam da programação pesquisadores e estudantes de diversas áreas, tais como da Comunicação, Filosofia, Semiótica, Educação, Computação, Teoria da Informação, Física, Artes, Biologia e Engenharia. para debater o tema Complexidade, Consciencia e Autonomia: Uma união possível?.

“As Ciências Cognitivas se tornaram uma espécie de hub acadêmico que conecta um número crescente de áreas e campos de pesquisa tradicionais, inclusive das Comunicações e das Artes”, explica o professor Vinicius Romanini,  professor do Departamento de Comunicações e Artes (CCA) e chair do EBICC 2017. 

As atividades se dividem entre a ECA e a Biblioteca Brasiliana. “Ao decidirmos realizar o EBICC na ECA, quisemos enfatizar que os estudos sobre a experiência estética e a capacidade de comunicação simbólica têm suas raízes em fenômenos cognitivos fundamentais, alguns deles tão fundamentais que se conectam à própria origem do Universo. Por isso, além de trabalhos científicos, esta edição do EBICC apresentará ao longo do encontro obras artísticas e culturais de pesquisadores interessados em apresentar seus trabalhos na forma de instalações, performances, workshops, exposições e intervenções nos espaços”, conta Romanini. 

Entre os convidados desta edição do evento, estão o neuroantropólogo Terrence Deacon, EUA, da Universidade da California, Berkeley, Constantino Tsallis, Grécia, físico que generalizou o conceito de entropia, Edgar de Assis Carvalho, Brasil, antropólogo que vislumbrou a consciência planetária, Gregory Chaitin, EUA, matemático que formulou a informação algorítmica, John Collier, África do Sul, filósofo que desvendou a lógica da autonomia, Lucia Santaella, Brasil, semioticista das linguagens híbridas e do pós-humano e Paul Bourgine, França, cientista cognitivo que criou a Complex Systems Society.

As inscrições podem ser realizadas pela internet. Demais informações podem ser encontradas no site do evento ou mediante envio de dúvidas para ebicc2017@sbcc.org.br.

 

Foto: IEA-USP