Ismail Xavier, docente do CTR, é autor convidado na FLIP 2019

Ismail Xavier, professor sênior do Departamento de Rádio, Cinema e Televisão (CTR) é um dos autores convidados pela Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP) 2019. Neste ano, o evento acontece de 10 a 14 de julho, em Paraty, tendo em destaque, o escritor Euclides da Cunha como Autor Homenageado.

O docente apresentará a terceira edição da obra Sertão Mar – Glauber Rocha e a estética da fome, publicada pela primeira vez em 1983 como tese de doutorado e que neste ano será republicada pela Editora 34. O livro é uma análise dos dois primeiros filmes da produção glauberiana: Barravento (1962) e Deus e o diabo na terra do sol (1964).


O docente Ismael Xavier, do CTR, é autor convidado pela Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP) 2019, lançando a 3ª edição do livro Sertão Mar – Glauber Rocha e a estética da fome. Foto: Divulgação/ El País

Uma das propostas da edição é protagonizar a escrita da não-ficção, e Ismail, como crítico e especialista da produção cinematográfica nacional, possui destaque e repertório para dialogar sobre o assunto. Para Ismail, as duas obras de Glauber analisadas por ele procuram dar forma às relações entre intelectuais e classes populares no Brasil, mediadas pela política, tendo como ponto de fuga a construção de um país desenvolvido em todos os sentidos, trazendo então, a ideia da não-ficção.

“Ismail Xavier é um grande crítico e teórico do cinema como um todo, mas especialmente do cinema nacional e é referência incontornável para entender a influência do sertão no cinema, na gênese do cinema novo e da chamada estética da fome, além da produção brasileira subsequente. Seu livro sobre Glauber Rocha é fundamental”, afirma Fernanda Diamant, curadora da 17ª FLIP.

Acompanhe, em breve, a programação completa da FLIP 2019 no site do evento.