Livros de Ciro Marcondes Filho abordam diversos temas da comunicação

Neste ano, o professor do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE), Ciro Marcondes Filho, publicou quatro livros na área de comunicação. São eles: O espelho e a máscara: o enigma da comunicação e o caminho do meio, Homem & mulher: uma comunicação impossível?, A comunicação do sensível: acolher, vivenciar, fazer sentirDas coisas que nos fazem pensar, que nos forçam a pensar: o debate sobre a nova teoria da comunicação, esse último publicado em 2010, mas que neste ano, ganhou sua segunda edição.

Ciro Marcondes Filho é professor da ECA desde 1987 e é o criador da Nova Teoria da Comunicação, que dá bases para a constituição do campo da comunicação nas ciências humanas a partir do amadurecimento e da operacionalização do conceito de comunicação, assim como de um modo específico de sua investigação, o metáporo, que propõe ao pesquisador imergir em seu processo para melhor poder senti-lo e transmiti-lo. Atualmente coordena o FiloCom – Núcleo de Estudos Filosóficos da Comunicação, da ECA. Tem atuado como conferencista pelo país e no exterior, produzindo livros nas áreas de comunicação, jornalismo, política, filosofia, psicanálise, sendo também responsável pela coleção Filosofia da Comunicação, da Editora Paulus. 


Ciro Marcondes Filho, docente do CJE. Foto: UFG

A amplitude de áreas em que o docente atua é refletida em sua produção escrita, como no caso desses quatro volumes. O primeiro, O espelho e a máscara: o enigma da comunicação e o caminho do meio traz reflexões sobre como as novas tecnologias de comunicação – televisão digital, internet, telefonia móvel – anunciam oportunidades excepcionais de melhorar a comunicação humana.

"As pessoas se tornarão mais próximas, a solidão poderá ser efetivamente eliminada. Mas, será que é isso mesmo? Afinal, de qual comunicação falam esses novos equipamentos sociais?", indaga o autor no prefácio da obra. O livro trata, de forma genérica, das principais correntes da filosofia da linguagem, da psicanálise da comunicação, das linguagens do corpo, discutindo também sobre as tecnologias e a relação com o homem, trazendo, por fim, uma síntese das principais escolas teóricas da comunicação.

Já no livro Das coisas que nos fazem pensar, que nos forçam a pensar: o debate sobre a nova teoria da comunicação, o professor apresenta as discussões sobre a nova teoria, e uma abordagem mais aprofundada do conceito metapórico, no qual desafia  o pesquisador  a conseguir transferir  para o relato o clima, a atmosfera, a ação dos agentes, seu jogo interno e o conjunto da interação social que possibilitaram  a realização da comunicação.

Em Homem & mulher: uma comunicação impossível? há a discussão sobre as possibilidades e as impossibilidades da comunicação verdadeira e as relações de gênero entre homem e mulher, suas igualdades, diferenças e complementaridades, reflexões entre a sexualidade e a incomunicabilidade dos sexos, a coreografia do desejo, entre outros temas, com inserção de pensamentos de filósofos como Simone de Beauvoir, Jacques Derrida e Friedrich Nietzsche.

A investigação sobre os níveis mais sutis na comunicação é o tema central de A comunicação do sensível. Nesse livro, Ciro Marcondes Filho investiga como se dão os caminhos da comunicação, por onde ela passa e como ela pode nos ativar. É tanto uma obra que busca se aproximar daquilo que alguns chamam de intangível, ou seja, das coisas sutis que, mesmo assim, têm a capacidade de mexer conosco, de transformar-nos, às vezes, profunda e definitivamente, como também uma obra que busca oferecer um instrumental de estudo para quem quiser se aprofundar no obscuro caminho das coisas discretas, voláteis, de alguns fenômenos aparentemente inalcançáveis, mas que acabam por nos causar efeitos.

Os livros podem ser lidos de forma gratuita no Portal de Livros Abertos da USP.