Música, teatro e homenagens marcam evento em comemoração aos 50 anos da ECA

Em 19 de outubro, o SESC Pinheiros recebeu a emocionante cerimônia de celebração dos 50 anos da Escola de Comunicações e Artes da USP. Com direção de Abílio Tavares, o espetáculo teve como mestres de cerimônia os atores Rosi Campos e Leopoldo Pacheco, ambos ex-alunos da ECA, e contou com uma programação especial que mostrou muito bem a diversidade cultural da Escola. 

A abertura do evento foi marcada pela exibição do documentário que contou diversas curiosidades sobre a fundação da ECA, sua história e um pouco do que teve de enfrentar por ser uma recém-criada faculdade de comunicação no período da Ditadura.


Mestres de Cerimônia Rosi Campos e Leopoldo Pacheco

Em suas palavras iniciais, a diretora da ECA, Margarida Maria Krohling Kunsch, agradeceu a parceria de longa data com o SESC São Paulo, afirmou que o evento era um momento de muita alegria e de suma importância para relembrar toda a trajetória da Escola e, assim, pensar novos caminhos para o futuro. Flávia Carvalho, representando o  SESC Pinheiros, parabenizou a ECA e ressaltou a importância da cooperação entre essas duas grandes instituições, que sempre tiveram o mesmo universo de ação. 

Também esteve presente na cerimônia o reitor da Universidade de São Paulo, Marco Antônio Zago. Segundo ele, a Escola sempre teve um papel muito importante no campo brasileiro das comunicações e das artes e é considerada a melhor escola do país. "Se já não havia motivos suficientes para respeitar a trajetória dessa Escola, ao tomar conhecimento sobre como lutou para se manter, mesmo em tempos difíceis, batendo de frente com o projeto de seus idealizadores, a minha admiração só aumentou", afirmou o reitor, desejando também longa vida à ECA.

O espetáculo teve apresentações da Orquestra de Câmera (OCAM) da ECA, do Coral da ECA, com peças de Villa Lobos, Beethoven e Osvaldo Lacerda, entre outras; e regência dos maestros Gil Jardim e Marco Antônio Silva Ramos, respectivamente. A parte teatral trouxe uma cena do espetáculo Aos que vieram antes de nós


Orquestra de Câmera (OCAM) da ECA

A parte mais emocionante da noite foi, no entanto, a das homenagens aos ex e atuais professores e funcionários, que contribuíram para que a ECA se tornasse o que ela é hoje. Primeiro, foram feitas homenagens especiais aos professores Jacó Guinsburg, José Marques de Melo, Cremilda Medina, Heliodoro Bastos (Dorinho), Maria Cristina Costa e Paulo Nassar. Subsequentemente, ocorreram as homenagens por departamento e a funcionários, que foram as seguintes:

Homenagens - CAC                Homenagens - CJE          Homenagens - CTR

Renata Pallottini                      Dulcília Buitoni                   Ismail Xavier

Armando Sérgio da Silva        Wilson Bueno                    Jean-Claude Bernardet
 

Homenagens - CBD              Homenagens EAD            Homenagens CRP

Johanna Smit                          Dorothy Lenner                  Nelly de Camargo

Maria Cristina Barbosa           João Acaiabe                    Valentina Saptchenko

 

Homenagens CMU               Homenagens CAP            Homenagens CCA

Gilberto Tinetti                       Evandro Jardim                  Adilson Citelli

Arrigo Barnabé                      Paulo Portella Filho            Evelyn Kazan

Homenagens Funcionários

Marina Rector

Emanoel Barreto (Manezinho)

Irineu Fernandes

Sílvia  Ernestina Soares

Os homenageados acompanharam de perto a trajetória da ECA, praticamente desde sua formação. Em seus discursos de agradecimento, eles dividiram suas memórias de todos esses 50 anos de existência, tanto boas quanto más. Relembraram conquistas da Escola e também de colegas e alunos que já se foram; contaram sobre como a Escola já foi um exemplo de resistência e de liderança na luta contra governos autoritários; falaram sobre tudo o que mudou e o que ainda deveria mudar. 

Fazer um resumo de 50 anos em um evento com apenas algumas horas de duração não é uma tarefa exatamente fácil, mas a cerimônia conseguiu mostrar um pouco de cada área da Escola, falar de sua história e encantar os presentes com as apresentações musicais e teatrais. 

 

Texto: Mariana Rosa
Fotos: Valter Lima e Eduardo Peñulela