Alunos e ex-alunos integram equipe de curta vencedor do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2020

Equipe do filme "Sem Asas" reúne egressos de diversas turmas do Curso Superior do Audiovisual, incluindo uma ex-aluna do antigo curso de Cinema e Vídeo

 

No último sábado, dia 10, foram anunciados os vencedores da 19ª edição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, em cerimônia realizada remotamente e transmitida pela TV Cultura de São Paulo. Promovido pela Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais, o prêmio entrega o Troféu Grande Otelo ao vencedor de cada uma das 32 categorias que buscam reconhecer a excelência dos profissionais do audiovisual que mais se destacam em suas diversas especialidades a cada ano. 

Vencedor do troféu de Melhor Curta-Metragem de Ficção, o filme Sem Asas, de Renata Martins, contou com a colaboração de diversos ex-alunos do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão (CTR) em sua equipe técnica. 

A montagem ficou a cargo de Cristina Amaral, da turma de 1974 do antigo curso de Cinema e Vídeo. A edição de som foi feita por Guile Martins, da turma de 2001 do Curso Superior do Audiovisual. Issis Valenzuela, da turma de 2002, foi produtora executiva. E a direção de fotografia foi fruto da colaboração de Mariana Nunes, da turma de 2013, e Taís Nardi, ingressante na graduação em 2002 e atualmente doutoranda do Programa de Pós-graduação em Meios e Processos Audiovisuais (PPGMPA). 

Eleito em 2019 um dos dez favoritos do público do 30º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, Sem Asas conta a história de Zu, um menino negro de doze anos que mora na zona leste de São Paulo. Um dia ele vai à mercearia comprar farinha de trigo para a sua mãe e, na volta pra casa, descobre que pode voar. Confira o teaser do filme

 

cartaz comemorativo Sem Asas Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

 

Com informações do CTR