Memorial da Resistência recebe exposição "a desobediência civil", de Geraldo Dias

O Memorial da Resistência de São Paulo, vinculado à Pinacoteca do Estado de São Paulo, recebe a exposição a desobediência civil, do professor Geraldo Souza Dias, do Departamento de Artes Plásticas (CAP).

A mostra apresenta 22 pinturas a óleo e colagem sobre tela e madeira – sendo que duas obras compõem-se de múltiplos quadros de pequenas e médias dimensões, a primeira, ziviller Ungerhorsam, formada por 51 pecas, e uma segunda, arte e resistência, um friso formado de 23 pinturas – e um vídeo de aproximadamente 10 minutos, Zen Hostel Brasil, apresentado em looping.

pintores de céu (para VHM), 2016
óleo e colagem sobre tela, 1,10m
Coleção do artista

 

O tema alude, no âmbito da cultura, a situações político-sociais de constrangimento às liberdades e aos direitos humanos na história republicana brasileira recente, trazendo-o para o domínio da arte, especificamente à prática da pintura, tensionando-o, para assim contribuir à reflexão produtiva.

 

Russian [russo], 2012
óleo e colagem sobre tela, 1,40 x 1,80 m
Coleção do artista

 

A abertura da mostra será no dia 1º de abril, às 11h, e segue em cartaz até o dia 25 de setembro no terceiro andar do Memorial da Resistência. A visitação é aberta ao público de quarta a segunda-feira, das 10h às 18h.

 
Serviço:

Exposição a desobediência civil, de Geraldo Dias

Data: de 1º de abril a 25 de setembro de 2017

Visitação aberta de quarta a segunda-feira, das 10h às 18h

Local: Memorial da Resistência de São Paulo, 3º andar, sala 1

Endereço: Largo General Osório, 66, Luz, São Paulo – SP