Mural da Escuta dialoga com arte urbana e promove protagonismo da mulher

No dia 13 de novembro, foi inaugurado no Espaço das Artes (antigo Museu de Arte Contemporânea) na Cidade Universitária, o Mural da Escuta, iniciativa das Pró-Reitorias de Graduação e de Cultura e Extensão Universitária, em parceria com a ECA e a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) que pretende ampliar o diálogo da Universidade de São Paulo com a cultura urbana, que já é presente no dia-a-dia de toda a cidade.

O projeto é o pontapé para o Primeiro Seminário de Arte Urbana, que ocorrerá em abril de 2018 e será composto de diversas intervenções artísticas a partir do lançamento de um edital voltado para a comunidade universitária em dezembro, além de uma projeção na lateral do atual MAC, no Parque do Ibirapuera.


Muros do Espaço das Artes recebem intervenção artística. Foto: Bruna Caetano

O mural, idealizado por Daniel Melim em colaboração com as artistas Simone Siss e Laura Guimarães, promove uma reflexão acerca da mulher, e dialoga com temas como a importância da valorização da voz feminina no mundo e na Universidade, além da exploração do estereótipo feminino na publicidade.

Através da técnica do estêncil, o grafite representa também o protagonismo feminino por meio de poemas, microtextos e faixas verticais de diferentes alturas e cores que retratam os índices de violências sofridas por mulheres no ambiente universitário. Além disso, máscaras simbolizam a discriminação que a mulher está sujeita em diferentes lugares e a sua luta pela conquista dos espaços.

Com informações do Jornal da USP