Núcleo de Pequisa Traje de Cena publica terceiro volume da série "Dos bastidores eu vejo o mundo"

O núcleo de pesquisa Traje de Cena – indumentária e tecnologia, do Departamento de Artes Cênicas (CAC), publicou o terceiro volume do livro Dos bastidores eu vejo o mundo: cenografia, figurino, maquiagem e mais. A publicação é um volume especial com a temática LGBTI.

O livro foi organizado pelo professor Fausto Viana, em parceria com Maria Celina Gil, mestranda, e a doutoranda Tainá Macedo Vasconcelos, ambas do Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas (PPGAC) da ECA. A publicação se dedicou a um levantamento de publicações, artistas e técnicos que trabalharam ou trabalham no cenário LGBTI voltando-se, principalmente, para a produção de trajes de cena.


As fotos de capa demonstram glitter fotografado em microscópio ótico, nas cores da bandeira LGBTI, tema do novo volume da série Dos bastidores eu vejo o mundo. Imagem: Divulgação

A publicação conta com um total de sete entrevistas: João França, stylist da drag queen Pabllo Vittar; Marcos Felipe, ator da Cia Mungunzá, que explicou como ocorreu o processo de criação dos trajes do espetáculo Luís Antônio Gabriela, peça com grande sucesso de público que abordou a temática LGBTI; e Peter McNeil, pesquisador de arte, moda e história do design, professor da University of Technology de Sidney, na Austrália, que abordou não somente o traje de cena, mas a participação queer na moda, arte e design.

Além das entrevistas, a publicação também conta com seis artigos, entre eles: Vestidas para lacrar: os trajes do programa amor e sexo, de Maria Celina Gil e Tainá Macêdo Vasconcelos; Dzi Croquettes: suspensão de valores entre feminilidade e masculinidade por meio do figurino teatral, de Jurandir Eduardo Pereira Júnior; e Sangue, sêmen e outros fluidos corporais como traje de cena da performance, de Fausto Viana.

A obra está disponível para download no Portal de Livros Abertos da USP.