Docente do Audiovisual é premiada pela Cilect, considerada a ONU das escolas de cinema

Professora Cecília Antakly de Mello foi premiada durante o último congresso da entidade, em Moscou

 

A Cilect é considerada a ONU das escolas de cinema. Sua sigla, em francês, significa Centro Internacional das Escolas de Cinema e Televisão. O Departamento de Rádio e Televisão (CTR) é membro oficial da Cilect desde 1991 e neste ano recebeu um prêmio da associação. A professora Cecília Antakly de Mello foi premiada por sua atuação como docente com inserção internacional

A premiação ocorreu no congresso anual da Cilect, realizado em Moscou, na escola Vgik, a mais antiga instituição de ensino de cinema do mundo, que em 2019 comemorou seu centenário. Para a professora, que compareceu à cerimônia, “foi um congresso extra especial, com essa efeméride que foram os 100 anos dessa escola que é tão importante para nós que somos professores de cinema e audiovisual.”

A Cilect foi fundada em Cannes, na França, no ano de 1954. “Se num primeiro momento era uma coisa europeia, foi se tornando uma organização global que se encontra todos os anos em congressos, em diferentes partes do mundo”, comenta Cecília. 

Desde 2010, a professora do CTR Maria Dora Genis Mourão é presidente da associação, o que possibilita laços ainda mais próximos com o departamento. Ao todo, existem mais de 180 instituições de ensino em 65 países associadas a Cilect. No Brasil, além do CTR, há também o departamento de cinema da UNICAMP e o departamento de comunicação social da PUC-Rio.

Além de promover congressos e premiações que possibilitam o encontro de professores de diversas partes do mundo, a Cilect também tem publicações de viés acadêmico, que se ocupam de temas relacionados ao ensino do cinema e do audiovisual. 


Cecília Antakly entre outros professores premiados no Congresso da Cilect 2019, que ocorreu dos dias 6 a 12 de outubro. Foto: Arquivo pessoal/ Cecília Antakly de Mello