Pós-doutoranda reúne artigos sobre jornalismo especializado em saúde

Amanda Souza reuniu treze textos que enriquecem o debate sobre o papel do jornalismo especializado em saúde durante a pandemia

 

Com a pandemia de covid-19, os veículos midiáticos assumem um importante papel ao manter a população constantemente informada e atualizada sobre a doença. Informações de diferentes fontes têm vindo à tona para contribuir ao conjunto de dados divulgados, como é o caso da pós-doutoranda Amanda Souza. Recentemente, ela reuniu treze de seus artigos acerca do jornalismo especializado em saúde como forma de tornar suas pesquisas mais acessíveis e colaborar com as discussões a respeito da covid-19.

A pós-doutoranda, que trabalha como assessora de comunicação numa universidade pública, conta que antes de decidir sobre a divulgação dos textos fez uma reflexão quanto ao papel do pesquisador nesse contexto de pandemia. Ela concluiu que os pesquisadores devem “orientar, refletir, debater com base em suas leituras e estudos” e, por isso, decidiu divulgar seu trabalho.

Amanda ressalta que sua formação como jornalista auxilia na promoção de maior acessibilidade às informações, já que um dos objetivos da profissão é "traduzir" conceitos, processos e dados científicos para uma linguagem mais simples e direta, de modo que todos possam compreendê-los.

Para a pesquisadora, os meios de comunicação são essenciais como ponte entre ciência e sociedade. “Como seríamos informados sobre o novo coronavírus se os veículos não estivessem adotando uma postura quase pedagógica em seus produtos, inclusive assumindo suas próprias limitações ao lidarem com algo incerto?” 

Nos últimos anos, a ciência tem sofrido com descrédito por parte de alguns setores. Apesar dessa realidade, e como forma de combatê-la, Amanda enfatiza que o elo entre ciência e sociedade deve ser mantido por meio da divulgação científica em suas mais diversas facetas. Para isso, o apoio governamental às instituições de pesquisa é fundamental.

Para conferir os artigos na íntegra, acesse o link.

 

Amanda Souza apresentou no Congresso Intercom de 2018 um artigo no qual tentava definir o jornalismo de saúde a partir do conceito de hibridação, que trata da união de diferentes referências narrativas e estéticas no discurso jornalístico. Esse e outros textos fazem parte da compilação disponibilizada pela pesquisadora. Foto: Arquivo pessoal