Pesquisador da ECA analisa o papel da Educomunicação no ensino à distância

Em artigo, Marciel Consani analisa a importância da união entre tecnologia e educação

 

A educação tem passado por diversas transformações nos últimos anos: antes essenciais, os livros e cadernos eram elementos fundamentais para o aprendizado, assim como a presença física em sala de aula, tanto dos professores, como dos alunos. Mas nos dias de hoje esses elementos vem tomando novos rumos, já que é possível acessar documentos de qualquer lugar do mundo, o que faz com que a educação alcance novas perspectivas.

É sobre esses aspectos, além de outros relacionados à Educomunicação, que Marciel Consani, pesquisador do Núcleo de Comunicação e Educação (NCE) da ECA, trata em seu artigo publicado na Revista de Graduação da USP,  “Mediação Tecnológica na Educação: Os Aportes Teóricos e Práticos da Educomunicação para a Educação a Distância”. Na Educomunicação, o objetivo principal é proporcionar a educação com o auxílio das mídias digitais, já que os computadores fazem parte do cotidiano da sociedade. O advento da internet trouxe diversas novas práticas e reflexões que acabaram sendo foco para estudos dentro das áreas de Educação, Tecnologia e Mídia. 

Com a revolução da internet, as práticas de Educomunicação se tornaram passíveis de muitos estudos. Foto: Mariana Chama. 

 

Neste artigo, Consani trata de um panorama baseado no conceito de Mediação Tecnológica da Educação (MTE),  e discorre sobre o avanço dos meios digitais como forma de revolucionar a área: “com o advento da 'indústria  cultural' e dos mass media produziu-se uma verdadeira e própria revolução pedagógica, talvez uma das mais fundamentais de nosso tempo, que justa-mente no segundo pós-guerra manifestou-se em toda  a sua  potência,  de difusão  e de incidência”, afirma o pesquisador.

O artigo pode ser lido integralmente no site das Revistas USP.