Professor do CTR participa de projeto de mapeamento sobre cinema brasileiro

Em 2019, o Conexões Itaú Cultural inicia um novo projeto, que tem como consultor o professor do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão (CTR), Eduardo Morettin. O programa consiste em mapear as pesquisas acadêmicas sobre cinema brasileiro em instituições estrangeiras

Tal iniciativa é desenvolvida pelo Conexões há 12 anos, no âmbito da literatura. As pesquisadoras Fernanda Guimarães e Rita Palmeira e os consultores Felipe Lindoso e João Cezar de Castro Rocha mapeiam a presença da literatura brasileira no mundo. Desde o início da pesquisa, já há 347 mapeados em 34 países, totalizando 166 instituições. 

Apesar de muitas pesquisadores no exterior se dedicarem a estudos sobre o audiovisual brasileiro, não é possível dizer que há um centro de referência internacional de estudos sobre o cinema produzido aqui. “Muitas universidades no exterior possuem departamentos de espanhol e português, além de centros de estudos latino-americanos nos quais o cinema é um dos assuntos de interesse, mas nem sempre o principal”, relata Eduardo Morettin, em entrevista ao Conexões Itaú Cultural.

Além do levantamento de informações já feito pelo projeto, outra fonte para o trabalho serão as instituições dedicadas à pesquisa e preservação da história do cinema, tais como as universidades, as associações científicas e a Cinemateca Brasileira. “A intenção é a de incluir no mapeamento pesquisadores vinculados a estas instituições que tenham publicado livros ou catálogos sobre cinema brasileiro no exterior”, diz o docente.

O docente coordena o grupo de pesquisa História e Audiovisual: circularidades e formas de comunicação e é um dos organizadores do Colóquio Internacional de Cinema e História


Eduardo Morettin, docente do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão (CTR). Foto: Susana Sato